gordura | UmMetrossexual.com

QUAL BALANÇA COMPRAR? COMO SE PESAR?

30 março, 2011 por Gustavo Tijolo

Balança já não é um aparelho que encontramos somente em farmácias ou consultórios médicos, hoje em dia ter uma balança em casa para controlar o peso é muito comum, mas você sabe todas as funcionalidades da sua balança e como interpretar os resultados das mais sofisticadas?

Veja o vídeo e fique por dentro do “universo das balanças


Categoria: Saúde | 3 Comentários »

INGESTÃO DE GORDURA FAZ BEM (COM MODERAÇÃO)

31 agosto, 2009 por Nutricionista

As gorduras normalmente são taxadas de vilãs da dieta, e existe uma grande preocupação em se manter o mais longe possível delas no dia a dia. Eu mesma já falei muitas vezes da importância de diminuir as gorduras da alimentação para levar uma vida saudável e obter bons resultados nos treinos de força ou resistência, porém não falei da importância da ingestão adequada das gorduras, principalmente das gorduras essenciais, ou seja, os ácidos graxos que devem ser obtidos através da alimentação.
As gorduras fornecem energia e contribuem para o funcionamento das células, além de participar da formação de hormônios, manter a pele macia e lubrificada protegendo as articulações e também atuar no transporte de vitaminas como A, D, E e K.
Mas as gorduras vilãs e que devem ser consumidas com moderação são as gorduras saturadas que podem aumentar os níveis de colesterol no sangue e aumentar o risco de doenças cardiovasculares são aquelas que são encontradas nas carnes vermelhas, manteiga, leite integral, creme de leite, embutidos etc.
Mas para manter uma dieta saudável devemos consumir gorduras poli e monoinsaturadas, provenientes dos peixes, óleos vegetais como o azeite extra virgem, óleo de gergelim, óleo de semente de linhaça, de girassol, de canola etc, nozes, castanhas, amêndoas e outras frutas oleaginosas.
Dentre as gorduras da alimentação, apenas dois ácidos graxos poiinsaturados, o ácido linoléico e o ácido linolênico (Omega-6 e Omega-3 respectivamente), são considerados essenciais, ou seja, o organismo não produz e eles devem ser obtidos através da alimentação, pois desempenham papel importante com ações semelhante a dos hormônios atuando no sistema cardíaco e imunológico.
É muito fácil conseguir atingir as quantidades desses nutrientes através da alimentação, consumindo peixes como o atum, por exemplo, pelo menos duas vezes por semana, usando o azeite extravirgem ou óleo de gergelim nas saladas, acrescentando linhaça ou frutas oleaginosas como a castanha ou nozes (2 a 3 unidades por dia).

Mas para aqueles que não gostam desses alimentos ou por algum motivo não podem consumi-los no dia a dia, existe a opção de suplementação de Omega-3 e Omega-6 onde pode-se ingerir cápsulas desses nutrientes de até 1 grama 2 vezes ao dia, mas é bom prestar atenção às marcas para saber a proporção de Omega que existe nas cápsulas e a qualidade do produto.
O equilíbrio entre os nutrientes é sempre a chave para uma alimentação adequada e ótima saúde, tudo isso reflete na disposição para atividade física e recuperação pós treino, por isso não exclua totalmente as gorduras da sua dieta, mas utilize o melhor que elas podem lhe oferecer.

Para mais informações sobre saúde, consulte sempre um profissional da área.


Categoria: Nutrição | Sem Comentários »

AS BATATAS PRINGLES SÃO BATATAS?

21 maio, 2009 por Gustavo Tijolo

Hoje parei o carro no estacionamento do Supermercado Carrefour e para não pagar o estacionamento e “jogar fora” 5 reais resolvi comprar algumas tranqueiras, assim a tarifa do estacionamento é liberada… rs…  Quem disser que nunca fez ou pensou nisso está mentindo!!!

Bom, uma das tranqueiras que comprei foi um pote de batata Pringles, na verdade eu comprei o “genérico” da Elma Chips, enfim… Cheguei em casa comi umas batatas, liguei o computador e quando entro  no G1  para ver as notícias vejo a seguinte: “Justiça britânica define que Pringles devem ser consideradas batatas“.

Mas como assim? As famosas batatas Pringles não são Batatas? Bom, segundo o próprio fabricante das batatas Pringles, Procter & Gamble, as Pringles não são batatas e sim aperitivos, pois em sua fórmula somente 42% da composição são realmente batatas.

Na verdade, o fabricante só diz isso para tentar fugir do imposto  sobre o valor agregado o (IVA)…. Porém, a justiça considerou que as batatas são realmente batatas e o imposto deverá ser pago.

Só sei de uma coisa, sendo considerada batata, aperitivo ou qualquer outra coisa, vou continuar comendo, claro que não é nenhum pouco saudável, ainda mais agora que descobri que 58% é composto de gordura e farinha, mas que é saboroso, isso é!

A partir de agora, pense duas vezes antes de comprar batatas que só tem 42% de batata em sua composição… rs…


Categoria: Saúde | 2 Comentários »

OBESIDADE EM PAUTA

6 março, 2009 por Nutricionista

A matéria de capa da Revista Época desta semana traz uma questão que é sempre assunto aqui no blog: “Por que estamos ficando mais gordos – e o que fazer para emagrecer?
Eu adoro, quando aparece esse assunto em capas de revistas ou em programas de televisão, sejam reportagens menores ou matéria de capa como esta. Gosto porque chama a atenção das pessoas e serve de alerta para essa questão tão importante: O mundo está ficando mais pesado! Isso mesmo… sem meias palavras é isso que está acontecendo, pois o Brasil passou por uma transição nutricional onde a desnutrição deu lugar a obesidade e vários fatores (sociais, econômicos, culturais, psicológicos e fisiológicos) contribuem diretamente para isso.
A matéria da revista Época começa com uma comparação da saúde de uma pessoa magra e uma obesa e achei ótima essa forma de mostrar que nem sempre os magros são saudáveis só porque estão com o peso normal, assim como o obeso também pode estar com seus exames em dia.
Isso se deve ao perfil metabólico que algumas pessoas podem ter onde a genética pode ser favorável ao acúmulo de gorduras no sangue, mesmo sendo uma pessoa magra, assim como um obeso pode ter genes que não favorecem a elevação dos níveis de colesterol e triglicérides, como foi dito na matéria.
É muito importante saber que não é apenas o estilo de vida e escolhas alimentares que determinam o quanto somos saudáveis, mas também a genética, para alertar a todos sobre a importância de uma alimentação mais saudável com produtos naturais.
O estilo de vida dos países ricos mostra o que acontece com aqueles que se alimentam de fast foods, produtos industrializados, e outros alimentos gordurosos e o mesmo está acontecendo em países em desenvolvimento como o Brasil, onde a população com excesso de peso ou obesidade aumentou de 16% para 40% segundo a Revista Época.
O perigo está nas doenças decorrentes do excesso de peso, o diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia, levando a risco de infartos e acidentes vasculares.
Mesmo as pessoas de baixa renda, com poucos recursos até para a alimentação, estão muito acima do peso, pois o acesso aos alimentos ricos em gorduras e carboidratos simples está maior e a falta de orientação faz com que as escolhas alimentares sejam prejudicadas desde a infância. Nem o nordeste ficou fora disso. Segundo a matéria, a obesidade nesta região cresceu 60% em quatro anos, isso devido ao acesso a alimentos e produtos calóricos e de baixo valor nutricional.
Esse é um assunto que pode render vários posts e se deixar eu não paro mais de falar, pois mais do que orientar a melhor forma de se alimentar, ganhar músculos e se livrar da “barriguinha”, o meu dever é alertar aos perigos que a má alimentação nos leva.
A importância da boa nutrição vai além de estar sempre em forma com músculos definidos e barriga chapada, e toda vez que eu tiver a chance e o privilégio de comentar reportagens como essa para fazer com que, vocês leitores, estejam informados e atentos sobre o assunto, eu o farei com todo o prazer que esta profissão me dá!

Para mais informações sobre saúde, consulte sempre um profissional da área.


Categoria: Nutrição, Saúde | 6 Comentários »

MODERADORES DE APETITE

19 fevereiro, 2009 por Gustavo Tijolo

O Jornal Hoje de hoje…rs… fez uma reportagem bem interessante sobre moderadores de apetite, aqui no meu trabalho tem duas meninas que estão ingerindo Sibutramina, e outras substâncias que contribuem para o emagrecimento.
Elas comentaram comigo que perceberam certa irritação, sensibilidade, nervosismo e ansiedade, não sei se esses efeitos são psicológicos, mas eu já havia percebido também uma mudança no humor delas.
O Brasil lidera o ranking dos países que mais consomem moderadores de apetite, seguido por Argentina e EUA (não exatamente nessa ordem), prometo que vou pesquisar e fazer um artigo falando sobre a Sibutramina, que no momento está muito popular principalmente entre as mulheres.
Antes de ingerir qualquer morador…ops… Moderador de apetite procure um médico endocrinologista e tenha a orientação correta dos benefícios e malefícios dessa droga.

Veja o vídeo:


Categoria: Saúde | 4 Comentários »

GANHO DE MASSA MUSCULAR X PERDA DE GORDURA

12 dezembro, 2008 por Nutricionista

Alguns leitores têm me pedido com freqüência, uma lista de alimentos ou cardápios para ganho de massa muscular e perda de gordura abdominal, por isso resolvi fazer este post para responder e esclarecer todas essas requisições.
Primeiramente não existe uma lista única de alimentos a serem consumidos, na verdade o que existe é uma lista do que não se deve consumir como já citei em outros artigos, tais como:

  • Frituras (como batata frita, pastéis, coxinha, quibe, filés à milanesa, salgadinhos industrializados etc)
  • Refrigerantes, doces, chocolate, bolachas recheadas;
  • Embutidos como presunto, salsicha, lingüiça, mortadela etc;
  • Carnes com gordura aparente, torresmo, bacon, frango com pele;
  • Leite e derivados integral;

Evitando ou cortando esses alimentos da dieta já é um passo super importante para atingir o objetivo de perda de gordura corporal e assim o próximo passo é manter uma variedade e quantidade adequada de alimentos para obter o ganho de massa muscular.
Mais quais alimentos? Todos que não se incluem nos citados acima, como por exemplo, frutas, verduras, legumes, carnes magras, frango, peixe, pães, massas, arroz (de preferência integrais), leite e derivados desnatados, queijo branco, ricota ou cottage, cereais integrais. Estes alimentos devem ser introduzidos na dieta de forma variada para que se tenha um aporte adequados de nutrientes e para quebrar a monotonia de se consumir sempre os mesmos alimentos.
O suplemento alimentar também tem papel fundamental para melhorar o desempenho nos treinos e atingir os objetivos e o carboidrato é talvez o mais importante deles.
O organismo “prefere” queimar carboidratos em vez de gorduras ou proteínas, sendo assim as proteínas são poupadas de serem usadas como fonte de energia e ficam livres para executar seu papel principal que é construir e reparar os tecidos incluindo os músculos.
Os carboidratos são, também, vitais para que ocorra a oxidação eficiente de gorduras e para que elas sejam eficientemente queimadas, os carboidratos devem estar disponíveis em quantidades suficientes nos estágios principais do processo de produção de energia no organismo.


A maltodextrina, por exemplo, é um suplemento essencialmente fonte de carboidrato complexo de absorção gradativa ideal para fornecer energia antes, durante e depois de exercícios de longa duração, pois ajuda a retardar a fadiga muscular, fornecendo de forma gradual a glicose para o sangue. Desta forma ela vai poupar as proteínas para que elas exerçam o anabolismo muscular.
É importante dizer que não é fácil obter aumento de massa muscular e definir o abdome ao mesmo tempo, pois para ganhar massa é necessário um aumento de calorias totais e para perder peso em gordura é necessário diminuir as calorias, portanto o ideal seria atingir um objetivo de cada vez e o uso de carboidratos pode fazer a diferença na estratégia a ser utilizada em cada caso, ajustando a ingestão de carboidratos dependendo dos objetivos e do nível de energia.

Para mais informações sobre saúde, consulte sempre um profissional da área.


Categoria: Nutrição | 27 Comentários »

É O FIM DOS GORDUROSOS?

24 setembro, 2008 por Nutricionista

A revista Época, edição 539, traz como matéria de capa mais uma nova lei e esta desta vez tem como alvo, na luta pela saúde, os alimentos gordurosos.
Bom, como sou nutricionista muitos devem achar que adorei a notícia, que era isso que faltava para obrigar as pessoas a se alimentarem de forma correta etc…mas não é bem assim não.

Na verdade eu concordo muito com a lei seca e com a proibição do cigarro em todos os ambientes coletivos fechados. Tudo bem, concordo que cada um sabe de sua vida e faz dela o que quiser, beber, fumar, enfim cada um é responsável por sua própria vida. Porém em ambos os casos (beber e fumar) vai interferir na vida e saúde de outras pessoas, sejam causando acidentes por dirigir alcoolizados ou fumar perto de pessoas que são obrigadas a inalar a fumaça dos cigarros dos outros.

Já no caso de consumir alimentos gordurosos, o governo pretende estabelecer um prazo, entre 3 e 5 anos, para que 100% dos alimentos fabricados no pais deixem de utilizar gordura trans (gordura obtida pela adição de uma molécula de hidrogênio a um óleo vegetal tornando-o sólido) e a Organização Mundial da Saúde recomenda que apenas 1% das calorias consumidas diariamente tenha como origem a gorduras trans.
O governo alega que a gordura trans, entre outros fatores, provoca aumento do colesterol ruim (LDL), e isso aumenta os gastos com internações, cirurgias e tratamentos de doenças decorrentes da má alimentação.
É correto que os gastos com a saúde seriam bem menores se população se conscientizasse e tivesse uma alimentação mais saudável, porém em minha opinião não é proibindo o consumo de alimentos gordurosos que irá resolver os problemas de saúde das pessoas, pois nesse caso quem comer, irá comer em suas casas de qualquer jeito.
O ideal seria um trabalho de prevenção e conscientização da população, se o governo investir na prevenção através da educação nutricional poderá obter os mesmos objetivos sem interferir e controlar a vida das pessoas.

Para mais informações sobre saúde, consulte sempre um profissional da área.


Categoria: Nutrição, Saúde | Sem Comentários »