15, fevereiro, 2011 | UmMetrossexual.com

ROUPAS PARA SOBREVIVER NO VERÃO

15 fevereiro, 2011 por Luciana Garcia

Uma amiga me contou que foi ao teatro recentemente e que viu, na plateia, um espectador vestido de bermuda e chinelo. Detalhe: não se tratava de um despojado stand-up – o que já não seria ideal –, e sim de uma superprodução musical. E isso me fez cair na questão: afinal, como os homens podem sobreviver mantendo a boa aparência no calor intenso do verão?

Antes de mais nada, não é demais dizer que, em qualquer apresentação em que os artistas estejam presentes, vestir-se de maneira distinta é uma forma de dizer: “Estou aqui por sua causa e respeito/ admiro você”. Mas, considerando a questão do conforto e do bem-estar, a principal dica para os homens é escolher roupas com tecidos leves. Não deixe de tocar as peças e sentir a textura delas principalmente quando estiver fazendo compras para o verão. Há muitas calças e blusas com malhas frias que, além de trazer uma sensação boa no corpo, garantem um caimento bastante refinado. E não é preciso gastar muito para isso. Mas é preciso, isso sim, gastar tempo para não ceder à primeira opção que aparece. Minha dica é dar um passada na Zara, uma loja que a todo verão traz boas peças em tecidos leves.  Nos pés, combine uma papete de qualidade ou um sapatênis leve.

A escolha das cores também é muito importante. Mesmo à noite, as roupas claras refletem mais a luz, em vez de absorvê-las, e isso é fundamental principalmente no caso das blusas. E, por falar em blusas, a não ser que você esteja na praia ou praticando esporte, nunca opte pelo uso de regatas! Não é apenas uma questão estética: além de não ser muito agradável a visão descoberta das axilas, especialmente em ocasiões relativamente formais, o cheiro direto do suor fica mais intenso a quem estiver próximo de você (mesmo que depile, o homem transpira mais que a mulher, daí a “proibição”), e tenho certeza de que ninguém se sentiria bem se isso acontecesse numa hora indevida.

Quanto à questão do uso adequado da bermuda, que preocupa bastante gente, minha sugestão é usá-las em ocasiões informais (churrasco, por exemplo) e procurar modelos de alfaiataria (modelos sociais) em vez do estilo cargo (cheias de bolsos laterais) em situações ligeiramente mais elegantes, porém ainda descontraídas como um barzinho a céu aberto no final da tarde. Para outras situações, opte por uma calça bem leve e uma blusa macia que o efeito será infinitamente melhor – inclusive recorrendo como alternativa à charmosíssima calça capri, na altura da canela, que pode ser usada também dobrada na barra.


Categoria: Moda | Sem Comentários »

JORNAL DA RECORD FALA SOBRE VAIDADE MASCULINA

15 fevereiro, 2011 por Gustavo Tijolo

Matéria bem completa do Jornal da Record sobre vaidade Masculina, gostei de como transmitiram o assunto, sem preconceito e entendendo a tedência desse novo homem.

Eles descobriram que cuidar da aparência faz bem para a autoestima e alcançaram a igualdade de direitos nos salões de beleza e nas clínicas de estética. Na série de reportagens especiais Espelho, Espelho Meu, entenda porque os homens passaram a se preocupar tanto com a beleza.

Fonte: http://noticias.r7.com/


Categoria: Variedades | Sem Comentários »

SEXO TÂNTRICO, VOCÊ SABE O QUE É?

15 fevereiro, 2011 por Thelma Canhete

Se você acha que sexo é um mero ato mecânico para busca de prazer, prepare-se para conhecer uma maneira totalmente nova de encarar a prática sexual.

O sexo tântrico faz parte da filosofia do tantra, originada há cinco mil anos na índia, que promove um modo de vida voltado para o autoconhecimento. Para o tantra, o ato sexual serve não só para o prazer, mas também para a ampliação da consciência e o contato com o divino.  Nesta prática, o orgasmo é adiado ao máximo e as relações devem durar acima de duas horas. Como resultado, o casal atingiria um hiper orgasmo e uma extrema comunhão amorosa. A figura feminina é bastante valorizada, sendo encarada como uma deusa. O ritual se inicia com o casal trocando palavras de carinho e contemplação. O prazer está não só no orgasmo, mas em todo o caminho percorrido para se chegar a ele.

Algumas práticas do sexo tântrico:

  • À luz de velas, música suave, incenso, flores e lençóis macios;
  • Fazer exercícios de relaxamento para abaixar a freqüência respiratória, cardíaca e cerebral para entrar em sintonia;
  • O exercício deve ser feito: os dois sentados, de costas um para o outro. Primeiro tapam uma narina e respira pela outra repetindo por sete vezes invertendo o movimento.
  • Inspirar profundamente e soltar o ar naturalmente;
  • Sentarem de frente um para o outro, nus com as pernas cruzadas;
  • Trocarem olhares e deixarem com que as carícias aconteçam naturalmente;
  • Trocarem carícias lentamente;
  • Retardar a penetração até que o desejo seja insuportável;
  • Após 30 minutos da etapa anterior a mulher escolhe uma posição e convida o homem a penetrá-la;
  • Não deve haver pressa para que ao chegar ao clímax, separar-se e controlar a respiração por segundos;
  • Repetir o processo várias vezes;

Fonte: Gabriela Cabral


Categoria: Sexo | 1 Comentário »