julho, 2010 | UmMetrossexual.com

METROSSEXUAL ESTÁ NA MÍDIA

30 julho, 2010 por Gustavo Tijolo

Essa semana dois programas de canal aberto abordaram o tema Metrossexual, o tema é polêmico, aqui no blog já publicamos algumas vezes a definição do estilo. Demos entrevista para jornais e revistas representando o blog e sempre defendemos o estilo Metrossexual como uma tendência e cada vez mais vemos que os homens estão preocupados com a aparência, as roupas e etc…

Um dos programas foi na segunda-feira (26/07), A Liga na Band, o tema foi “O poder da Beleza” e em algumas partes fizeram referência ao Metrossexual, como a depilação masculina.

Vale lembrar que esta expressão usada para homens vaidosos nada tem a ver com sexualidade dos homens. O metrossexual cultua a beleza e o cuidado com o corpo e o homossexual se relaciona e sente desejo por pessoas do mesmo sexo.

O outro programa foi na quarta-feira (28/07), Casos de Família no SBT, o tema foi “Ele é uma diva ou Metrossexual” houve um debate entre os machões e os metrossexuais. Não conseguimos inserir o vídeo do programa aqui no blog, mas quem quiser assistir está aqui:

http://www.sbt.com.br/casosdefamilia/

Bom, o interessante é que falem mal ou falem bem, sempre falam de metrossexual e no fim das contas a aprovação por parte das mulheres existe e os homens estão aderindo o estilo, mesmo que aos poucos.


Categoria: Variedades | 1 Comentário »

VOCÊ JÁ ENCAROU UMA CABRA HOJE?

29 julho, 2010 por Camilo Lima

Olá gente, gostaria de propor um jogo… Vamos chamar de Associação, certo?

Todo filme que eu comentar aqui terá pelo menos um ponto em comum com o anterior, por vezes será bem óbvio como, por exemplo, mesmo diretor ou ator. Já em outras vezes a intersecção será bem difícil de ser identificada, como nos dois primeiros filmes que comentei que têm como elemento em comum o fato de serem ambientados em um subúrbio americano. Sintam-se a vontade para usar a área de comentários para entrar na brincadeira…

Bem, regras ditas vamos ao filme de hoje…

“Os Homens Que Encaravam Cabras” dirigido por Grant Heslov e estrelado pelos sempre impecáveis Jeff Bridges, Ewan McGregor, Kevin Spacey e George Clooney que também é o produtor.

O filme conta com um elenco de primeira e mostra ao que vem logo de cara dizendo “você ficaria surpreso com a quantidade de coisas neste filme que são verídicas”.

Trata-se da história do militar Bill Django (Jeff Bridges) e seus recrutas (George Clooney e Kevin Spacey), contada por Bob Wilton, um repórter covarde e meia boca (Ewan McGregor).

Bill é veterano do Vietnã e acredita ser possível fazer a paz não com tiros, mas com amor. O cara não só vira um bicho-grilo de primeira como arruma financiamento do governo para implementar suas teorias e táticas em uma divisão especial que emprega poderes psíquicos em combate – verdadeiros guerreiros Jedi. O longa intercala os flashbacks dos anos 80, do treinamento de Django e seus homens, com a trama ambientada no Iraque dos dias de hoje.

No Iraque, depois de uma desilusão amorosa, Bob (Ewan McGregor) está à procura de uma grande matéria e acaba encontrando Lyn Cassady (Clooney) que se encontra em uma missão solo: encontrar seu mentor Bill Django. Sem ter pistas do paradeiro de Bill, os dois se vêm em situações absurdas no meio da guerra.

O filme retrata a guerra e o exército expondo seus lados ridículos de paranóia, prepotência e desorganização, mas não ridiculariza os soldados, pois mesmo sendo colocados em situações cômicas os homens de farda são sujeitos que levam muito a sério o combate e suas crenças. O filme lembra muito o Sr Fantástico do Kubrick.

O filme é ótimo: argumento original, bela fotografia, interpretações impecáveis além de humor afinado e crítico.

Definitivamente vale a pena! :)

Os Homens Que Encaravam Cabras (The Men Who Stare At Goats)

EUA , 2009 – 94 minutos

Guerra/Comédia

Direção:

Grant Heslov

Roteiro:

Peter Straughan, Jon Ronson (livro)

Elenco:

George Clooney, Ewan McGregor, Jeffrey Bridges, Kevin Spacey, Stephen Lang, Robert Patrick, Waleed Zuaiter, Stephen Root


Categoria: Cultura | 5 Comentários »

O GRÁFICO DA VIDA DO HOMEM

26 julho, 2010 por Gustavo Tijolo

E sabe o que é pior?

É verdade!


Categoria: Variedades | 3 Comentários »

POR QUE USAR SAPATÊNIS?

23 julho, 2010 por Luciana Garcia

Logo depois de escrever o primeiro artigo, eu estava na casa de uns amigos e contei que havia escrito um texto sobre os casais destoantes. Meu amigo foi direto ao ponto: antes de eu dizer qualquer coisa, foi logo reclamando que sua jovem esposa vivia pressionando-o a usar sapatênis, e que ele achava desconfortável e só usava tênis – ou sapatos em casamentos. E eu percebi que o sapatênis dá um tema sozinho.

Vamos por partes: em primeiro lugar, conforto e acomodação não podem e não devem se misturar, como já comentei antes. Esse mito tem que cair! É fundamental ter conforto em toda a vestimenta – embora em ocasiões especiais até haja casos em que vale a pensa abrir mão disso um pouquinho… rs –, mas ficar acomodado sem nem mesmo tentar buscar melhorar a aparência não faz sentido quando existem opções. O sapatênis não é apenas um tipo de calçado; é quase um conceito, tantas são as variações e opções de modelos. Imagino que o cara – ou a mulher… – que criou o sapatênis pensou: “Homem gosta de conforto; preciso criar um tênis com cara de sapato!”. Trata-se justamente de uma alternativa que proporcione mais conforto que o sapato sem apresentar o ar esportivo e relaxado do tênis, certamente conferindo mais charme e modernidade à aparência masculina – e as mulheres reparam nisso.

Além do que a fronteira entre o sapato e o tênis tem se tornado tão sutil que muitos tênis, especialmente os puxados para o bege e o marrom, acabam fazendo o mesmo efeito. Acima de tudo, o importante é não deixar de experimentar diferentes modelos, de preferência de cores bem neutras se for o seu primeiro par, até encontrar aquele que lhe ofereça o tão sonhado conforto. É um investimento de tempo que vale a pena; depois você pode ir comprando outros modelos da mesma marca sem pensar muito nem perder tempo. Mas não se esqueça de que as mulheres são capazes de investir muito em sua sensualidade, apostando em saltos finos para melhorar toda a sua silhueta, e que um pouquinho de esforço para se equiparar a elas no quesito pés não é nenhum fim de mundo… Até porque no início do século XX os homens sofriam bem mais com seus ternos, chapéus e colarinhos engomados… Não deixe de aproveitar os benefícios tecnológicos dos novos tempos!


Categoria: Moda | 11 Comentários »

O INFERNO É AQUI, QUE FILME!

22 julho, 2010 por Camilo Lima

O Inferno é aqui!

No meu primeiro post eu falei de um filme que vi e gostei, agora vou falar de um que foi bem difícil de ver até o final.

Assistir a O Paraíso É Logo Aqui (Henry Poole Is Here) foi um sacrifício de 99 minutos que pareciam não ter fim.

Neste filme dirigido por Mark Pellington em 2008, Luke Wilson é Henry Poole, um cara que está doente e vai morrer logo, portanto desiste de viver e espera o fim de seus dias dormindo, enchendo a cara de manguaça e se alimentando de pizza e donnuts em uma casa detonada de um típico subúrbio americano.

Henry quer ficar tranqüilo manguaçando, mas tem umas vizinhas que não o deixam em paz: uma religiosa mexicana que vê o rosto de Cristo na parede da casa do cara e uma loirinha delícia e sua filha pequena que têm uns traumas a superar.

O cara querendo morrer e a vizinha dando em cima, a filha se apegando e a carola trazendo romarias pro quintal do cara… . Até a caixa do supermercado que usa uns óculos que são verdadeiros fundos de garrafa resolve dar uma de psicóloga!

O argumento parece surreal o suficiente para deixar o filme interessante e pode enganar uns desavisados como eu, mas o filme se mostra na verdade a soma da interpretação usualmente ruim do L. Wilson com montagem chata e previsível mais fotografia pretensiosamente metida a artsy. Ou seja, uma bomba! Nem e a trilha sonora salva de tão manjada.

Quem gosta de dramalhão vai gostar, eu não gostei. Fica a dica reversa.

Em tempo, fica claro que a habilidade de Luke em escolher projetos é inversamente proporcional a de seu irmão Owen.

O Paraíso É Logo Aqui (HENRY POOLE IS HERE)

EUA, 2008

Drama

Direção:

Mark Pellington

Roteiro:

Albert Torres

Elenco:

Luke Wilson, Radha Mitchell, Adriana Barraza, George Lopez


Categoria: Cultura | 5 Comentários »

CRIATIVIDADE NO CAPACETE

21 julho, 2010 por Gustavo Tijolo


Categoria: Variedades | 2 Comentários »

ROUPAS DE INVERNO, POSSO USAR JAQUETA DE COURO?

19 julho, 2010 por Gabriel Aguilar

O problema deste dias frios é: o quê usar para se proteger do frio?

Na verdade eu acho que não seja um problema e sim achar uma solução. Outro dia estava andando pela Avenida Paulista em São Paulo e passou ao meu lado uma pessoa que usava uma jaqueta de couro. Além de estar meio velha (sem contar que era uma jaqueta da época do meu pai) deixava um rastro de odor bem desagradável, algo assim como naftalina com suor e perfume.

Eu acho que cuidar-se não é só cuidar do físico e sim do que nós vamos usar e de que forma usamos as prendas de vestir.

O couro foi usado desde a época das cavernas, foi usado como uma forma de se proteger para o frio. E convenhamos, é muito fácil combinar uma boa jaqueta de couro, embora haja alguns ativistas que sejam contra o uso de animais em prendas de vestir, vale lembrar que alguns animais são criados para esse fim.

O couro é uma boa opção para o inverno, mas acho que alguns cuidados precisam ser tomados. Li num site espanhol que para limpar as roupas de couro, basta misturar duas tampas de xampu de bebê em três copos de água morna. E com essa mistura escovar suavemente as partes que mais “sujam”: golas e punhos. Depois, é só passar um pano seco.

Claro que deixar as prendas arejando, ajuda muito para não deixar um “rastro de cheiro”


Categoria: Cultura, Variedades | 3 Comentários »

PARA TUDO TEM UMA PRIMEIRA VEZ, QUE TAL ZUMBIS?

14 julho, 2010 por Camilo Lima

Olá,

Esse é meu primeiro post aqui no blog Um Metrossexual – ou em qualquer outro Blog – e espero que gostem da minha proposta.

Farei recomendações e comentários breves (preguiça e política anti –spoiler) sobre filmes que assisto sejam eles dramas ou comédias, novos ou velhos, bons ou “ruins”. Serão impressões pessoais. Até porque, gosto é um treco muito subjetivo. Como sou bastante eclético acho que vez ou outra uma recomendação vai agradar.

Vou evitar o cliché chato de começar pelos clássicos recomendando uma COMÉDIA DE ZUMBIS. FIDO – O Mascote.

Dirigida por Andrew Currie, essa comédia canadense de 2006 se passa nos EUA dos anos 50 e imagina um mundo pós-guerra contra zumbis no qual os derrotados fazem parte do dia-a-dia das famílias trabalhando em subempregos.

Como em todo filme do gênero de G. Romero, é possível enxergar a manjada metáfora do conflito de classes e exclusão dos imigrantes, mas nesse filme o mais bacana mesmo é o ar de ironia e a leveza de não se levar a sério. Os caras chegam ao ponto de fazer referências ao filme da cadela Lassie! Humor negro com um pé no tosco. Hilário!

Ah, contar com Carrie-Anne Moss no elenco, a Trinity de Matrix, ajuda bastante também!

Espero que gostem! :)

Fido – O Mascote (Fido)

Canadá , 2006 – 91

Comédia

Direção:

Andrew Currie

Roteiro:

Andrew Currie

Elenco:

Carrie-Anne Moss, Billy Connolly, Dylan Baker e K’Sun Ray


Categoria: Cultura | 5 Comentários »

DE RELAXADO-DESLEIXADO PARA UM DESCONTRAÍDO CONSCIENTE, SAIBA COMO!

13 julho, 2010 por Luciana Garcia

Nos shoppings, nos barzinhos, no cinema, o fenômeno é sempre o mesmo: a menina toda arrumada e elegante, saltinho, bijoux e uma blusinha descolada, mesmo que com simplicidade, de mãos dadas com o cara de bermudão, camiseta e boné. O par destoante é visto com frequência pelas ruas e nos estabelecimentos, a mulher cerca de 95% das vezes mais produzida que seu companheiro; basta parar por alguns minutos e olhar ao redor. Nas baladas, em geral, a situação muda: o homem, sozinho, em busca de uma companhia feminina, coloca sua melhor camisa e posa de arrumadinho; mas, depois de estar com a namorada, parece que se esquece desse seu talento enrustido e resgata o tênis e o boné de novo, a qualquer momento e em qualquer ocasião. A impressão que resulta disso não é nada favorável: a mulher tende a parecer mais madura, mais segura e mais velha do que ele, que passa um ar de molecão. Será que algum homem gostaria de ser visto dessa maneira? E mais: será que ela não vai chamar mais a atenção do que você, atraindo olhares masculinos – ou sendo atraída por um homem de aparência mais sofisticada? Afinal, a mulher gosta, sim, de homem estiloso – mesmo que seja do tipo que se faz de – mas na realidade não é – largadão.

A base dessa situação está inserida no ideal natural de conforto do homem, porém é preciso mais do que nunca que ele saiba: conforto pode – e deve – combinar com uma aparência bacana, adequada à ocasião e ao seu tipo físico. Não há nada de errado em usar bermudão num passeio ao ar livre ou descontraído durante o dia – embora uma papete moderna sempre ganhe mais pontos que o tênis quando está calor –, mas uma saída mais especial no final da tarde pede pelo menos um sapatênis e, de preferência, a retirada do boné (o boné sempre dá a impressão de menos idade que a real, portanto, se você quer passar um ar de confiança, deixe-o de lado e cuide muito bem de seu cabelo). Do mesmo modo, se vocês vão a um bar para assistir a um jogo de futebol, o boné cai bem, mas você pode usá-lo com um jeans. Camisetas engraçadinhas é melhor deixar para a churrascada com os amigos, optando por estampas e cores mais modernas e estilosas quando for sair com sua namorada ou paquera. Dar uma olhada nas vitrines e em revistas de qualidade sempre ajudam a entender melhor o que é decolado.

A lição fundamental dessa história toda é: ninguém está sugerindo que você se transforme em um mauricinho engomado, muito menos que siga as tendências de moda literalmente – é fundamental escolher apenas o que cai bem em você e combina com sua personalidade –, mas mudar de relaxado-desleixado para um descontraído consciente certamente fará você ganhar pontos entre as mulheres e até mesmo admiração dos amigos – mesmo que eles façam alguma brincadeirinha, no fundo estarão pensando: “Caraca, o que ele fez para ficar assim? Preciso dar uma geral em mim, senão vou ficar para trás…


Categoria: Moda | 18 Comentários »

QUAL O SEGREDO DAS FESTAS JUNINAS DO BRASIL?

9 julho, 2010 por Gustavo Tijolo

Tem alguém que não gosta de Festa Junina? Eu não conheço, no meu caso, o que eu mais gosto são as comidas, rs…

Espetinho de carne, doces, quentão, opa… :)

Bom, sei que a época de Festa Junina já passou, até por que já estamos no mês de Julho, mas os bons momentos dessa fase com certeza foram registrados em fotos, então essa é minha dica para todo vocês.

Uma promoção da Consul!

Como assim?

Segredos do Brasil Consul é uma ação que tem como objetivo encontrar os segredos que tornam as festas juninas brasileiras, deliciosas.

Como Participar

Todo mundo tem um segredinho para tornar a festa junina melhor. Pode ser o sorriso de um filho, a foto daquele bolo de fubá que só você sabe fazer, uma fogueira, a decoração, a quadrilha bem ensaiada, enfim… são milhares de possibilidades. Você só precisa enviar a foto e revelar seu segredo. As fotos que revelarem os segredos mais legais ficarão expostas no site da Consul em forma de mosaico e, ao final da nossa busca, o mosaico com todas as fotos será mostrado na TV. As 10 fotos mais comentadas ficarão em um tamanho maior que as demais, demonstrando que até aquele momento são os 10 maiores segredos das festas juninas do Brasil. Isso significa que ao postar sua foto, você precisa pedir para todos os seus amigos e conhecidos para entrarem no site e comentarem seu segredo. “

Legal né, eu já vou enviar minha foto! Então bora enviar a sua foto e participar da promoção, quem sabe a gente não aparece junto na TV?! Saiba mais aqui no site: www.segredosconsul.com.br/


Categoria: Variedades | Sem Comentários »