22, fevereiro, 2010 | UmMetrossexual.com

CALOR, SUOR, DESODORANTE AGUENTA?

22 fevereiro, 2010 por Gustavo Tijolo

Com o calor que tem feito nos últimos dias, não tem desodorante que aguente. Tenho alguns amigos que são vendedores, e trabalham praticamente o dia todo na rua e eles reclamam muito do suor e que o desodorante fica devendo, ou seja, ficam com aquele cheiro nada agradável.

Mas não tem muito que se fazer, por mais que apareçam desodorantes com novas químicas que prometem proteção de 6, 8 e 12 horas, com o calor intenso e dependendo da atividade física o suor vai vir e com ele aquele cheirinho.

Além disso, tem pessoas que transpiram mais que outras e aí já é uma disfunção. Quem não viu homens com a camisa toda suada nas costas ou debaixo do braço, ou ainda o próprio rosto pingando.  Para casos desse tipo existem até cirurgias que resolvem o problema, mas não vou falar sobre isso nesse post.

Encontrei algumas dicas para evitar o suor e a transpiração, são coisas simples que podemos colocar em prática facilmente.

Mantenha a pele limpa.

Use sabonete bactericida. Ele evita que sua pele, mesmo suada, cheire mal.

Higienize mais a pele onde há bastante pêlo.

Costas, peito, coxas e axilas são ideais para organismos que causam cheiro ruim.

Enxugue-se bem antes de se vestir.

Vestígio de umidade pode dar início ao processo de transpiração.

Evite banhos quentes.

Eles superestimulam a produção das glândulas sudoríparas.

Use desodorante anti-séptico e antiperspirante.

Neutraliza o odor e inibe o suor.

Quando der, evite alimento muito condimentado.

Deixa a transpiração mais acentuada e ‘azeda’.

Cuidado com as axilas, virilhas e genitais.

Com glândulas sudoríparas apócrinas, geram secreção mais espessa e com odor característico.

Fonte: http://menshealth.abril.com.br/estilo/


Categoria: Saúde | Sem Comentários »