PROIBIDO FUMAR NO ESTADO DE SÃO PAULO LEI ANTIFUMO |

PROIBIDO FUMAR NO ESTADO DE SÃO PAULO LEI ANTIFUMO

13 agosto, 2009 por Gabriel Aguilar

Como já é do conhecimento de muitos, desde a sexta-feira passada é proibido fumar em locais fechados. Aquela velha historia da área de fumantes, que era, muitas vezes outro ambiente, acabou.

Sabemos que o cigarro compromete, de muitas formas a saúde, mas por outro lado parece ser que o espaço dos fumante ficou, praticamente restrito a tua própria casa e às ruas… então, a discussão está à mesa.

Antes de opinar contra ou a favor, vamos voltar um pouco no tempo e lembrar como um pouco da história do tabaco na América (sim, o Tabaco é da América!!!). Cristobal Colón (alguns podem haver visto escrito como Cristóvão Colombo, ou Critobal Colombo), em 1492, chegou a Bariay, em Cuba, e explorando a ilha encontrou algo que lhe chamou a atenção: os índios Taínos aspiravam a fumaça de uns rolos feitos de folhas secas. Ao voltar à base chamada Playa Blanca escreve em seu diário: os homens ia sempre com esse “rolinhos” recheados de uma certa folha seca, acendiam-no por um lado e pelo outro absorviam a fumaça. Parece ser que é tão forte que adormece a pele e quase parece que estão bêbedos… assim eles (os índios) não sentem a fadiga.  

Mas a historia dessa folha seca que Colombo descobriu é mais antiga, acredita-se que a planta seja oriunda da região dos Andes e que tenha chegado ao Caribe uns 2.000 ou 3.000 anos A.C. Assim, o que era novidade para o navegante genovês já era de uso dos índios em seus rituais mágicos e religiosos. Alguns historiadores concordam que era também usado como remédio e até como alimento. Muitos anos depois Walter Raleigh levou essa folha a Inglaterra e Jean Nicot, embaixador de França em Portugal (ele classificou a planta como Nicotiana Tabacum), o introduziu na corte francesa recomendando-o à rainha como um remédio para as suas enxaquecas.  

O Estado de São Paulo, ao aplicar a lei Antifumo, segue uma tendência de algumas grandes metrópoles como Buenos Aires, Paris e Nova York, que também proibiram fumar em locais fechados. A idéia é de preservar aos não fumantes (ou o que chamam de fumantes passivos) já que eles também são contaminados pela fumaça. Ontem estive num bar-adega, não posso negar que a experiência é ótima. Digo isso, porque em muitas ocasiões havia gente que fumava e não respeitava às pessoas que estava ao seu redor, soltavam a fumaça quase em tua cara. Sem contar que a roupa voltava com um cheiro bem desagradável. Vi muitas pessoas saindo do estabelecimento e fumando na rua.   

Sabemos que o cigarro traz muitos problemas à saúde, como as 4700 toxinas que possui, mas não sei até onde esta lei limita a vontade das pessoas. Não sou a favor e nem em contra, aliás, ainda não tenho uma opinião formada. Acredito que com o tempo veremos se de fato essa lei não trará prejuízos ao comércio. Pelo menos aquele bar, onde estava ontem, estava lotado, como sempre e todos numa boa.

E você, caro leitor, qual é a sua opinião: você é a favor ou em contra?

Esse vídeo é um da campanha do Governo do Estado, em que Mr. Burns, opss, quero dizer o doutor Drauzio Varella é o garoto propaganda.


Este post foi criado em: quinta-feira, 13 agosto, 2009 ás 10:24 pm na categoria Cultura, Variedades. Você pode seguir qualquer resposta para essa entrada pelo RSS 2.0 feed. Se preferir pode deixar uma resposta, ou trackback do seu próprio site.

3 respostas Sobre “PROIBIDO FUMAR NO ESTADO DE SÃO PAULO LEI ANTIFUMO”

  1. Gisele comentou:

    No meu local de trabalho, há pessoas que fumam no andar.. O que é péssimo para minha rinite!
    Mas deste que a lei entrou em vigor dia 07/08, essa pessoa nunca mais fumou no andar!
    Adorei!!!
    Eu e os outros funcionários que sempre pegavamos no pé deste ser!

    beijos e nada de fumaça na cara dos outros heim, pessoal!

  2. Clarissa comentou:

    Uma coisa é certa: para os fumantes passivos, a lei veio ceio a calhar. Quem não fuma, mas ingere as toxinas da fumaça do cigarro fica propenso, assim como o fumante, a ter câncer de pulmão, asma, bronquite, e todas as doenças a que os fumantes são submetidos. Portanto, pra quem achava que estar em um ambiente com fumaça não era tão ruim como fumar diretamente, se enganou.
    Um abraço.

  3. CARLOS LACERDA DOS MAGALHÃES comentou:

    REFERENTE A LEI ANTIFUMO E COMENTARIOS DO DRAUZIO VARELA:

    É VERDADE QUE O FUMO MATA, ESPECIALMENTE QUANDO CONSUMIDO EXAGERADAMENTE. NO ENTANTO TEM COISA MUITO PIOR:
    O ALCOOL -BEBIDA ALCOLICA- ESTA PRESENTE EM MAIS DE 85% DO ACIDENTES DE TRANSITO E TAMBÉM NOS ACIDENTES DOMESTICOS, ALEM DE OUTROS MALES IMEDIVEIS QUE ELE CAUSA NO CARATER E NA SAUDE DAS PESSOAS, SEM CONTAR COM OS LARES DESFEITOS EM RAZÃO DA (CACHAÇA).
    QUEM VIVE EM SÃO PAULO FUMA SEM FUMAR, MAIS DE 10 CIGARROS POR MINUTO EM RAZÃO DA POLUIÇÃO, E, É POR ISSO QUE A DOENÇA DO PULMÃO É TÃO EVIDENTE EM SÃO PAULO (CAPITAL), A RENITE PAULISTANA, NÃO VEM DA FUMAÇA DO CIGARRO E SIM DA POLUIÇÃO DESMEDIDA QUE EXISTE NESSE LUGAR.

Deixe um comentário