UM MANUAL DE METROSSEXUAIS? |

UM MANUAL DE METROSSEXUAIS?

19 maio, 2009 por Gabriel Aguilar

Os tempos e as circunstâncias nos apresentam motivações diferentes. Os valores vão mudando de acordo com as tendências, os modismos e principalmente com as “convenções sociais estabelecidas” (Bronckart, 2007). As convenções sociais, para o autor, são aqueles comportamentos, costumes e ações que se manifestam em nosso dia-a-dia e que de alguma forma se estabelecem alterando assim a linguagem, os hábitos, etc.

 Dentro desse âmbito social e histórico, eis que aparece um livro antigo de 1837, que achei numa das pesquisas e que é possível ler graças a um site de buscas: El hombre fino al gusto del día. Manual completo (O homem fino a gosto do dia. Manual completo) Acredito que a idéia contida no título possa ter uma abrangência mais completa sendo traduzida assim: O Homem fino de acordo com as exigências da atualidade e com isso nós podemos ver que não é só um livro daqueles tantos que nos dizem como devemos nos comportar à mesa, e nem mesmo pretende ser um daqueles chatinhos que dão dicas de boas maneiras e etiqueta, nos programas de TV. O que me chama a atenção é o fato de ser publicado um livro exclusivamente para homens, numa época, aliás, em que raramente um homem leria esse tipo de literatura.

 Lá, na página 172, trata dos cabelos, e destina um bom número de páginas ao estilo de cabelo e como se deve cuidar do mesmo, vejam um trecho do livro: Os cabelos não são simplesmente um enfeite, devem estar bem limpos e terem aquela flexibilidade viva que favorece as ondulações (naturais). Para manter os cabelos assim, é necessário que sejam penteados de manha e à noite. Quando for se deitar é recomendável que seja colocado uma touca, isso para evitar que se embaralhem e para que não cresçam em outra direção, isso também serve para preservá-los do pó do travesseiro e dos lençóis.

 E o resto das páginas segue, mais ou menos, o mesmo jeito de dar conselhos que qualquer metrossexual já segue. Há ainda um trecho bem interessante que fala da famosa “penteadeira”, móvel feminino, mas o legal é que a única diretriz que é manifestada é que se deve olhar ao espelho para ver como acordou com os cabelos. É, ainda, mais interessante ver que o homem sempre se cuidou e tem se cuidado e com certeza seguirá se cuidando, que até um manual com os primeiros conselhos para um metrossexual foi publicado na França e traduzido ao espanhol.

 Sei que são 233 páginas, mas vale a penar dar uma olhada e viajar um pouco no tempo e imaginar como seriam esses cuidados numa época em que não havia tantas cremes para homens, uma época em que não havia tantos cuidados explícitos para o homem. Legal, não?  Com isso reafirmamos que, de fato, o METROSSEXUAL é o homem moderno que olha além da sua época e de seus costumes.


Este post foi criado em: terça-feira, 19 maio, 2009 ás 2:25 pm na categoria Cultura. Você pode seguir qualquer resposta para essa entrada pelo RSS 2.0 feed. Se preferir pode deixar uma resposta, ou trackback do seu próprio site.

1 resposta Sobre “UM MANUAL DE METROSSEXUAIS?”

  1. Arimatéia Braga comentou:

    Lembrem-se mulheres estão cada vez mais exigentes,então temos que ter em mão ferramentas para cuidar da nossa beleza e outro truques esse site ajuda e muito nisso tudo!

Deixe um comentário