Submarino.com.br
2009 fevereiro 10 | UmMetrossexual.com

OVÁRIO MERECE ATENÇÃO

10 fevereiro, 2009 por Gisele Mota

Todos sabem que as mulheres têm dois ovários, o direito e o esquerdo, são eles que produzem os hormônios sexuais e também são responsáveis pela menstruação.
O que muitos não sabem é que eles podem causar muitas dores de cabeça, foi o que aconteceu comigo no último ano e o que pode acontecer com sua mãe, irmã e namorada, por tanto faço esse post pra esclarecer alguns problemas de mulheres que os homens muitas vezes nem imaginam. Fui fazer uns exames de rotina e a médica solicitou um ultrassom pélvico, ao fazer descobri que estava com um cisto dermóide, nada mais é do que um cisto formado por vários tipos de tecidos, como células de cabelo, dentes, pedaços de ossos, por exemplo. Na maioria dos casos, esses cistos são benignos, só é possível verificar após biópsia depois da cirurgia, no meu caso era graças a Deus.
A solução foi fazer uma cirurgia, através da videolaparoscopia, é um procedimento minimamente invasivo, já que são feitos cortinhos pequenos, ao todo três (um no umbigo e os outros dois na marquinha da calcinha, um de cada lado), sendo o maior, no meu caso, de 1 cm. Outros tipos de cistos também levam a cirurgia, mas os mais comuns são tratados com medicação e somem ao longo do período fértil da mulher.
A atenção que devemos dar ao ovário se deve ao fato de muitas vezes não reconhecermos os sintomas que o corpo dá de que tem algo errado. Antes da descoberta do cisto, senti por anos, pontadas na região pélvica, mas achava que eram gases, ou que um dia iria me atacar a apendicite. Outro sintoma é o atraso na menstruação, a falta dela também está relacionada aos cistos, mas somente o exame vai poder dizer o que é tendo em vista que não apresentei atraso e por isso jamais saberia que estava encrencada.
Considero um deslize dos médicos não solicitar o ultrassom as pacientes uma vez ao ano, para verificar se está tudo bem. Não é uma questão de idade, conheci meninas que operaram por conta de cisto aos 11 anos.
Quanto à cirurgia, ela é bem tranqüila, a videolaparoscopia, veio para revolucionar a medicina mesmo. Internei-me pela manhã e hora depois estava no centro cirúrgico, ouvindo MPB e observando a movimentação de enfermeiros e médicos, até que o Dr. Pablo Novick, meu médico cirurgião, entrou na sala, trocou algumas palavras comigo e apaguei. Horas depois já estava no quarto com meus pais e sem dores, que foi a melhor parte. No dia seguinte já tive alta, fiquei 15 dias em casa, mas em uma semana estava ótima. Dificuldade somente para andar, urinar, por conta da sonda que usei na cirurgia, ardia muito, e os gases, que deixavam a barriga alta e doía uma cólica, nada que o Luftal não resolvesse isso nos primeiros dias apenas.
E agora, é fazer o exame periodicamente para ter certeza de que o cisto não voltou… Pois é, em alguns casos eles voltam como diz o Dr. Pablo, as chances são poucas, menos de 1%, mas acontece.

Bom, é isso, se infelizmente acontecer com alguma mulher que você conheça, espero que minha experiência possa ajudar de alguma forma.


Categoria: Saúde | 34 Comentários »