É O FIM DOS GORDUROSOS? |

É O FIM DOS GORDUROSOS?

24 setembro, 2008 por Nutricionista

A revista Época, edição 539, traz como matéria de capa mais uma nova lei e esta desta vez tem como alvo, na luta pela saúde, os alimentos gordurosos.
Bom, como sou nutricionista muitos devem achar que adorei a notícia, que era isso que faltava para obrigar as pessoas a se alimentarem de forma correta etc…mas não é bem assim não.

Na verdade eu concordo muito com a lei seca e com a proibição do cigarro em todos os ambientes coletivos fechados. Tudo bem, concordo que cada um sabe de sua vida e faz dela o que quiser, beber, fumar, enfim cada um é responsável por sua própria vida. Porém em ambos os casos (beber e fumar) vai interferir na vida e saúde de outras pessoas, sejam causando acidentes por dirigir alcoolizados ou fumar perto de pessoas que são obrigadas a inalar a fumaça dos cigarros dos outros.

Já no caso de consumir alimentos gordurosos, o governo pretende estabelecer um prazo, entre 3 e 5 anos, para que 100% dos alimentos fabricados no pais deixem de utilizar gordura trans (gordura obtida pela adição de uma molécula de hidrogênio a um óleo vegetal tornando-o sólido) e a Organização Mundial da Saúde recomenda que apenas 1% das calorias consumidas diariamente tenha como origem a gorduras trans.
O governo alega que a gordura trans, entre outros fatores, provoca aumento do colesterol ruim (LDL), e isso aumenta os gastos com internações, cirurgias e tratamentos de doenças decorrentes da má alimentação.
É correto que os gastos com a saúde seriam bem menores se população se conscientizasse e tivesse uma alimentação mais saudável, porém em minha opinião não é proibindo o consumo de alimentos gordurosos que irá resolver os problemas de saúde das pessoas, pois nesse caso quem comer, irá comer em suas casas de qualquer jeito.
O ideal seria um trabalho de prevenção e conscientização da população, se o governo investir na prevenção através da educação nutricional poderá obter os mesmos objetivos sem interferir e controlar a vida das pessoas.

Para mais informações sobre saúde, consulte sempre um profissional da área.


Este post foi criado em: quarta-feira, 24 setembro, 2008 ás 5:42 pm na categoria Nutrição, Saúde. Você pode seguir qualquer resposta para essa entrada pelo RSS 2.0 feed. Se preferir pode deixar uma resposta, ou trackback do seu próprio site.

Deixe um comentário