ALGAS TÓXICAS NAS REPRESAS DE GUARAPIRANGA E BILLINGS |

ALGAS TÓXICAS NAS REPRESAS DE GUARAPIRANGA E BILLINGS

18 setembro, 2008 por Gustavo Tijolo

Percebeu um gostou ruim na água do filtro da sua casa? Escovou os dentes e sentiu algo estranho na água da torneira? Eu percebi esse algo estranho na água, e esse algo estranho são algas tóxicas das represas de Guarapiranga e Billings. Tóxico, como assim? Bom, a Sabesp nega que essas algas prejudiquem a qualidade da água que é distribuída a população, mas se você entrar em contato direto  com a água não tratada pode pegar micose.

Análise do Instituto de Botânica da Secretaria Estadual do Meio Ambiente detectou a existência de três tipos de algas tóxicas nas represas Guarapiranga e Billings.

Segundo o estudo, a presença dessas algas não é novidade. A preocupação de especialistas é com o crescimento exagerado desses organismos, principalmente em sistemas voltados para o abastecimento _o caso da Guarapiranga. O descontrole na quantidade das algas pode contaminar a água.

A ambientalista Marussia Whitaker, do Instituto Sócioambiental, afirma que a situação atual da Guarapiranga é propícia à reprodução dos organismos, que se alimentam, basicamente, de material orgânico presente no esgoto.

“O nível da água está abaixo do normal, mas a quantidade de esgoto na represa é a mesma. Isso significa que as algas têm mais comida”, diz Marussia. Com mais comida, as algas se reproduzem com mais facilidade.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br


Este post foi criado em: quinta-feira, 18 setembro, 2008 ás 6:43 pm na categoria Saúde, Variedades. Você pode seguir qualquer resposta para essa entrada pelo RSS 2.0 feed. Se preferir pode deixar uma resposta, ou trackback do seu próprio site.

2 respostas Sobre “ALGAS TÓXICAS NAS REPRESAS DE GUARAPIRANGA E BILLINGS”

  1. camila santos comentou:

    esse lugar e maravilhoso

  2. camila santos comentou:

    Esse lugar e maravilhoso.

Deixe um comentário