20, agosto, 2008 | UmMetrossexual.com

MAIS FORTE, MAIS LARGO, MAIS SARADO

20 agosto, 2008 por Gustavo Tijolo

Matéria da Revista Veja dessa semana Edição 2074, mostra a mudança de conceitos sobre definição muscular do Homem com o passar dos anos, e também a evolução dos exercícios físicos para alcançar o novo padrão de estética de definição.

por Bel Moherdaui

De cueca justinha e caneleiras, o galã Richard Gere apareceu em Gigolô Americano, filme de 1980, como o protótipo da beleza masculina levada aos extremos do aperfeiçoamento físico – chegava a fazer abdominais invertidos, o que deixava o público feminino de cabeça para baixo. Hoje, se Gere aparecesse numa academia como o personagem Julian Kaye, provocaria duas reações: 1) perguntariam onde está a definição; 2) teria de suar muito mais para chegar a níveis elogiáveis de barriga, coxa e bíceps – como comprova a comparação feita recentemente pela revista People entre o bonitão dos velhos tempos e o ator Mario López, jovem e esculpido aspirante a galã fortão. “Na década de 80, quando o conceito de fitness começou a se disseminar, ter bom físico significava ter bom condicionamento aeróbico. Não se levavam em consideração força, flexibilidade, porcentagem de gordura no corpo. Mesmo os testes para o corpo de bombeiros só mediam o desempenho cardiovascular”, lembra Eduardo Netto, diretor técnico de uma rede de academias, que na época já era professor de ginástica. Os freqüentadores da “sala de musculação”, espaço dotado de poucos e simples aparelhos, eram em geral praticantes de fisiculturismo.

Leia o post completo


Categoria: Esporte, Variedades | 4 Comentários »