junho, 2008 | UmMetrossexual.com - Part 2

METROSSEXUAL NO CAMPO DA DIVERSIDADE

16 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Eu recebi da fisioterapeuta Karina Hollatz, idealizadora do Projeto Liberdade, um texto sobre vaidade em deficiente físicos e mentais, confira abaixo:

Na última semana de Abril os visitantes da VI REATECH (feira de reabilitação e tecnologia) puderam presenciar um desfile de moda com deficientes físicos e mentais. Pessoas cadeirantes, amputados com próteses e síndromes de Down eram os destaques do desfile que surpreendeu a todos. J.L. um deficiente físico seqüela de um acidente automobilístico relata para nós que não é pelo fato de ter se tornado diferente que irá deixar a vaidade e os cuidados com o corpo que sempre teve de lado, ao contrário, hoje sim se considera muito mais metrossexual do que antes. Relata também que não sai de casa, sem passar perfume e caprichar no visual, usando roupas e tênis modernos. É o caso J.F., um deficiente mental, que horas antes das sessões de fisioterapia, toma banho, passa perfume, troca de roupa, faz a barba, passa gel no cabelo e aguarda ansioso a chegada da terapeuta, onde realiza treino de marcha nas ruas do bairro onde reside.
A vaidade masculina está em alta também no campo da diversidade.

Karina Hollatz, fisioterapeuta.


Categoria: Moda, Saúde, Variedades | 1 Comentário »

O PRESENTE NÃO DEU CERTO, E AGORA?

13 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Dias dos namorados, troca de presentes, decepção! Você pensou, pensou e pensou no presente do dia dos namorados, foi até o shopping olhou todas as lojas e demorou para encontrar algo legal, acabou comprando algo que achou muito bonito na vitrine e quando entregou para seu namorado(a) viu que aquele presente não tinha nada a ver com ele(a) e o pior você sabe que a melhor coisa da loja onde você comprou o presente foi justamente esse que não deu certo… e agora? O que fazer?

Bom, o primeiro pensamento que passa na cabeça é vou voltar na loja e pegar meu dinheiro de volta para comprar outra coisa, mas fiquei sabendo que não é bem assim para o caso de roupas e outros produtos.

Entrei no site do PROCON e dei uma pesquisada e olha o que infelizmente descobri de acordo com a lei.

A TROCA DE PRODUTOS POR TAMANHO, COR E GOSTO É UMA LIBERALIDADE DO ESTABELECIMENTO

O CONSUMIDOR DEVE EXIGIR QUE O COMPROMISSO DE TROCA PARA MERCADORIAS SEM DEFEITO SEJA FEITO POR ESCRITO

As anunciadas liquidações costumam atrair consumidores ávidos por preços vantajosos, que devem estar atentos e adquirir somente itens realmente necessários por preços justos e que correspondam à oferta ou à publicidade. Acompanhe a seguir as orientações da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo.

Uma boa dica é verificar as ofertas antecipadamente por meio de folhetos publicitários e encartes, entre outros. Assim, o consumidor poderá definir previamente que itens precisa adquirir, evitando as compras por impulso. Além disso, o Código de Defesa do Consumidor determina que toda a oferta de produtos obriga o fornecedor que a veiculou a cumpri-la. Portanto, se alguma empresa negar o que prometeu na oferta, é possível reclamar, desde que munido do material publicitário.

O consumidor deve evitar fazer as compras de forma apressada. Os produtos devem ser avaliados e escolhidos com cuidado. Não deixe de verificar o estado do produto, seu funcionamento e se o conteúdo confere com os dados apontados na embalagem. Para produtos acompanhados de manual de instrução e certificado de garantia, é importante checar se estes foram entregues, se o manual é claro e está em língua portuguesa e se o certificado de garantia está devidamente preenchido. Exija sempre a nota fiscal e lembre-se que é obrigação da loja afixar os preços dos produtos expostos em vitrine.

No caso de itens já adquiridos com pequenos defeitos (roupas com manchas, descosturadas ou móveis/eletrodomésticos com partes amassadas, riscos ou, ainda, de mostruário), o consumidor deve exigir que a loja coloque na nota fiscal, recibo ou pedido os problemas apresentados, detalhando-os.

Mercadorias entregues posteriormente devem ser conferidas no momento do recebimento. Se houver alguma irregularidade, o produto deve ser devolvido com especificação do problema na nota de entrega e o consumidor deve procurar o estabelecimento para solucionar a questão.

O Código de Defesa do Consumidor não obriga os fornecedores a trocar os produtos por motivo de cor, tamanho ou gosto. A loja só é obrigada a trocar a mercadoria caso tenha prometido por escrito. Para exigir que a empresa troque um produto sem defeitos, o consumidor deve solicitar esse compromisso por escrito, em etiquetas ou nota fiscal, por exemplo.

Se o produto apresentar algum vício de qualidade ou de quantidade que o torne impróprio para o consumo, o fornecedor tem 30 dias para resolver a pendência. Se não o fizer, o consumidor tem o direito de exigir a troca da mercadoria por outra igual ou a devolução das quantias pagas com correção monetária. Pode, ainda, requerer o abatimento proporcional do preço.

Quanto ao pagamento, é sempre bom indagar quais são as opções oferecidas pela loja e compará-las com suas possibilidades. Para valores pagos à vista, existe a possibilidade de barganhar descontos. Não se esqueça que nos pagamentos efetuados com cartão de crédito o preço praticado não deve sofrer alteração. Ao usar cheques pré-datados, não deixe de emiti-los nominais à loja, anotando no verso o dia combinado para o depósito. Exija que essa informação conste da nota fiscal.

Se a opção for financiar o valor da compra, é fundamental ler o contrato de financiamento com atenção, riscando os espaços em branco. Antes de assinar o contrato, o consumidor deve calcular se os juros não inviabilizam toda a vantagem obtida no preço à vista. Ao receber o carnê, verifique se está de acordo com o contrato e lembre-se que o seu não recebimento não o isenta do pagamento.

Dúvidas ou reclamações podem ser sanadas nos postos de atendimento pessoal da Fundação Procon-SP dentro do Poupatempo Sé, Poupatempo Santo Amaro e Poupatempo Itaquera. Reclamações por fax devem ser encaminhadas ao telefone (11) 3824-0717 e, por cartas, à Caixa Postal 3050, CEP 01061-970 / SP. Para saber se a loja, fornecedor ou fabricante possui reclamação no Procon-SP, consulte o cadastro pelo telefone 3824.0446 ou no site www.procon.sp.gov.br.

O telefone 151 funciona somente para o esclarecimento de dúvidas.

Assessoria de Imprensa
Procon-SP / Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo

Fonte: http://www.procon.sp.gov.br/texto.asp?id=1267


Categoria: Moda, Variedades | Sem Comentários »

HOMEM-OBJETO POR ARNALDO JABOR

12 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Eu vi esse texto no blog PsyNation e prefiro nem comentar sobre, apenas deixo o texto e sugiram que leiam.

Antes, os homens, desejávamos a mulher. Hoje, queremos ser desejados. No tempo de meus pais, elas não davam: só casando. Nelson Rodrigues conta que os noivos galopavam como centauros para o quarto nupcial avançando sobre as noivas pálidas de terror. Filho dessa geração, achava que o desejo da mulher era “conseqüência” do nosso. Achava que levar uma mulher para a cama era algo só de minha responsabilidade, que elas cumpriam cabisbaixas e, depois, gratas.

Hoje, os homens é que dão. Se raspam para ficar com o corpo feminino. Malham para ficar magníficos objetos de prazer. Antes, eram barrigudos informes, sórdidos, com lindas damas ao lado, brutais machões dominando ninfas. Hoje, elas escolhem. Somos analisados minuciosamente nas conversas dos vestiários. Dizem-me informantes traidoras que o papo é mais brutal que conversa de marinheiro. A barriga derruba um apaixonado, a bunda passou a ser um objeto sexual fundamental para as moças: “Que bundinha ele tem!” Nosso pobre feminismo deu nisso: as mulheres analisam os homens como imaginam que eram analisadas: “Que avião, ia te comer todinha…” Hoje, nós somos caricaturas das caricaturas que fazíamos delas.

Sempre imaginei as mulheres como usáveis, romanticamente ingênuas. Mas nunca imaginei ver esse exército de rostos lindos mas duros, implacáveis na avaliação do sujeito, nos olhando como sargentos examinando recrutas. O que nos excitava, ou melhor, nos fazia apaixonados, era ver em seus olhos a busca de proteção. Nossa virilidade era quixotesca, salvadora. Sua fragilidade, mesmo fingida, era tão erotizante… Claro que não me refiro às pobres desamparadas socialmente; falo das peruas de esquerda e de direita (elas existem…), falo da vanguarda das gostosas. Transar com uma mulher hoje é passar por um teste. E surge a dúvida máxima: o que dar às mulheres? Carinho? Proteção? Porrada? Desprezo? Companheirismo? Dar o quê? Dinheiro? Já servimos para sustentá-las, mandar nelas: “Oh bobinhas… não é assim, é assado…” Mas, não sabemos mais o que oferecer. Diante disso, o amor vira batalha de prazeres e dores, guerra constante e excitante, ciúmes afrodisíacos, ódios excitantes para o “make-up fuck” (a melhor que há). Os amores de “Caras” duram semanas; casou, perdeu a graça. Claro que o amor dos desvalidos continua igual: porrada, alcoolismo e abandono.

Assim, creio que a revolução se deu mais por via das mulheres. Já repararam como tem garoto-objeto casando com coroas-celebres? E dizem que dinheiro compra até amor verdadeiro…. Elas mudaram, desde a pílula até hoje. Disse-me uma antropóloga linda que o que mudou foi a transformação do sexo em ginástica, num atletismo em que as perversões proibidas se transformaram em brincadeiras polimorfas. Ninguém peca mais. E a culpa? O limite é o quê? A morte? A Aids segurou um pouco a barra da loucura que se anunciava nos anos 1980, mas agora, com coquetéis, há recrudescimento da sacanagem como parque de diversões. As famosas surubas de antigamente hoje são cirandas-cirandinhas. O bom e velho orgasminho não basta mais. É preciso ir mais longe.

Talvez, busquemos um êxtase permanente num mundo que se aquece, num presente enorme que não acaba. Precisamos de libertinagem constante, já que a tal da liberdade era mesmo “uma calça velha e desbotada”… E que orgasmo é esse que atroará os ares? E, mais seriamente, que transgressão suprema acabará com todos os limites? Muhammad Atta, o chefe do ataque no 11 de setembro, segundo artigo antológico de Martin Amis, não era religioso, não acreditava em Alá, não era militante político, era químico na Alemanha e, no entanto, queria algo supremo. O quê? A realização do inominável, o crime absoluto e, por segundos antes de explodir, sentiu o êxtase do tenebroso.

Nesta neo-libertinagem, queremos ir além das coisas que viramos. Há um desejo de aperfeiçoar os desempenhos. Nas casas de swing, por exemplo, há utopia de se atingir uma paz além do ciúme, da posse, a paz da solidão compartilhada, um companherismo pacífico.

No entanto, faço uma previsão. As coisas vão e voltam. Dentro em pouco, vai ressurgir uma onda romântica, teremos amores infinitos, beijos eternos, fidelidades sem fim. No entanto, onde se aninharão os casais ? No campo? Nas neves derretidas? No pó das cidades? Onde? Não temos onde amar. Não há casulos disponíveis. Famílias, lares? Não. Haverá talvez bordéis românticos, motéis da paixão, onde a paz infinita irá além dos gritos de tesão. Ninguém agüenta mais tanta liberdade….

Arnaldo Jabor


Categoria: Variedades | 1 Comentário »

PRESENTE DO DIA DOS NAMORADOS

11 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Dia dos namorados é amanha e você ainda não comprou nada? Eu não sou a melhor pessoa para dar sugestões de presente, até porque eu também ainda não comprei nada…
Eu penso que Dia dos Namorados é só mais uma data que o comércio inventou para impulsionar as vendas do mês de Junho, mas… Não podemos deixar passar em branco e se é para dar um presente que seja algo diferente, algo que tenha como maior valor a surpresa. SURPRESA, que emoção é essa? Talvez, a melhor a receber em uma data como o dia dos namorados. Cada casal tem sua história e fazer sugestão de compra como as principais reportagens de revista e televisão fazem não acho nada legal, coisas do tipo: Camiseta Colorida, Calça Jeans, Sapato e etc…

Uma presente que acho que poderia ser “super surpresa” seria um passeio de balão, isso mesmo, um passeio de balão inflável em alguma cidade do interior, pode parece uma loucura, mas todo o momento que envolve uma viagem com programação gera uma empolgação e se torna inesquecível, e faz com que datas como essa valham a pena.

Bom, mas o passeio de balão sai caro, eu pelo menos achei R$330,00 por pessoa “carinho”, ou seja, no mínimo 800 reais contando todos os gastos. A idéia do presente vale um passeio de balão é só um exemplo de algo que pode ser considerado um presente Surpresa. Existem outras coisas que se pode fazer gastando muito menos, mas o que? Use sua criatividade ou gaste sua grana com um passeio de balão, no google você acha algumas empresas que fazem essas aventuras.

Feliz Dia dos Namorados!!!


Categoria: Variedades | Sem Comentários »

CHICLETES PREVINEM CÁRIES E CLAREIAM OS DENTES

10 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Surgiram no mercado alguns chicletes que podem clarear os dentes, se após alguma refeição você não ter a oportunidade de fazer a higiene bucal, escovando os dentes e tal (rimou…rs), você pode fazer o uso de chicletes sem açúcar. Mascar chicletes é um hábito considerado agradável por muitos e ter esse hábito usado positivamente é melhor ainda… Mascar gomas sem açúcar durante 20 minutos pode diminuir a incidência de cáries e, além disso, chicletes como Happydent White e Trident White trazem em sua fórmula substâncias com ação branqueadora como o bicarbonato de sódio e estearato de sódio.

Ah e se o chiclete tiver a substância Xilitol, um adoçante, o efeito pode ser ainda melhor contra as cáries, um estudo da universidade sueca de Umea mostrou que a substância reduz o número das bactérias que provocam cáries.

O chiclete também pode queimar calorias e diminuir a ansiedade, mas não se empolgue com isso e comece a mascar chiclete o dia inteiro, pois o excesso de saliva pode provocar uma acidez estomacal e piorar alguma lesão já existente.

Fonte: Revista Men’s Health


Categoria: Saúde, Variedades | 2 Comentários »

HOMENS NÃO VÃO AO MÉDICO

9 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Eu estava lendo o jornal Destak de hoje e vi uma reportagem que mostra que os homens não procuram ajuda médica quando precisam.

Em 2007, 16,7 milhões de mulheres procuraram ginecologistas, sem contar pré-natal e parto ante 2,7 milhões de homens que foram ao urologista.

Não sei por que os homens têm esse preconceito de procurarem médicos quando sentem alguma dor, ou até mesmo quando estão com um simples resfriados. Eu não faço parte desse grupo, se eu tiver qualquer problema de saúde, eu procuro um médico e pego informações para sanar meu problema o mais rápido possível, não tem porque ser machista quando falamos de saúde, muita doenças podem evoluir com o tempo, e quanto mais cedo for diagnosticada e feito o tratamento maiores são as chances de ter 100% de cura. Quem ainda não pensa como eu, sugiro que faça uma reflexão entre o que vale mais a pena, a saúde no futuro ou um machismo sem motivo.
Homens, vamos seguir o exemplo das mulheres e fazer consultas de rotina para nosso próprio bem, pois em geral homens morrem oito anos antes das mulheres.


Categoria: Saúde | 1 Comentário »

MULHERES X FILMES DE SEXO

6 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Quem já parou de mudar de canal na televisão quando viu cenas de sexo? Principalmente naqueles canais que depois da meia noite só trasmitem SEXO! Se sua resposta para a pergunta anterior foi sim com certeza para a próxima também deve ser sim. Quem já parou de mudar de canal na televisão quando viu cenas de sexo, mesmo estando na presença da namorada?

Um estudo da Universidade Wayne State (EUA) registrou que quando elas assistem vídeos com atos sexuais elas gostam, mas fingem que não gostam!

Porcentagem das mulheres que ficam fisicamente estimuladas quando vêem…

Mulheres fazendo sexo oral em homens – 63%

Transas no estilo cachorrinho – 42%

Cenas de sexo anal – 38%

Estímulos manuais – 29%

Homens fazendo sexo oral em mulheres – 17%

Portanto, uma provocadinha assim com a televisão não faz mal e ainda pode estimular as mulheres para se soltarem na hora do sexo.


Categoria: Sexo | 6 Comentários »

SOPAS

5 junho, 2008 por Nutricionista

O inverno está chegando e com a temperatura cada vez mais baixa dá aquela vontade de comer, especialmente os pratos mais quentinhos para dar aquela aquecida no inverno. As sopas e os cremes acabam sendo uma boa opção principalmente à noite quando está ainda mais frio e já estamos em casa querendo apenas assistir um bom filme e ficar embaixo do edredom. Mas será que as sopas seriam a opção mais adequada para quem treina? Bom, vai depender do tipo de sopa e da alimentação do dia inteiro. Como estamos aqui falando de homens que praticam atividade física, como a musculação, por exemplo, já vamos então descartar as sopas industrializadas, que normalmente possuem baixa caloria, e nutrientes em quantidades insuficientes para atender as necessidades desse consumidor.

Já as sopas naturais podem até ser uma boa opção desde que contenham todos os nutrientes necessários para dar suporte ao gasto energético e melhor se forem consumidas à noite quando o ritmo das atividades do dia-a-dia já está diminuindo. Para quem quer evitar o pneuzinho é bom ficar longe dos cremes que possuem entre os ingredientes, o creme de leite que é muito gorduroso. As sopas de legumes com carne ou frango e macarrão podem ser uma boa opção, pois contém proteínas, carboidratos e fibras que contribuem para uma refeição leve e nutritiva.

As sopas também são boas fontes de vitaminas e minerais, que são fundamentais para o bom funcionamento do organismo e é uma refeição de boa digestibilidade contribuindo para o bom funcionamento do intestino. Alguns alimentos perdem vitaminas durante o seu preparo, porém elas ficam presentes ainda na água, ou seja, no caldo da sopa fazendo com que ela se torne altamente nutritiva.

Apesar de ser uma opção saudável e até prática de preparar, deve-se observar sua adequação à dieta, pois se o consumo for diário é necessário saber se atende as recomendações de energia necessárias, já que é uma refeição leve para quem tem um gasto calórico alto devido à prática de exercícios físicos.

Já se o consumo for esporádico, isso não interfere tanto na manutenção da dieta, tanto de quem necessita de um aporte maior de calorias quanto de quem (gosta dos cremes) e precisa restringi-las para perder peso.

Experimente incluir uma sopa no cardápio e aproveite bem o inverno!

Sopa de legumes com frango

INGREDIENTES:

  • 1 tomate sem pele e sementes
  • 1 nabo pequeno
  • 1 mandioquinha
  • 2 batatas médias
  • 1 cebola
  • 2 cenouras médias
  • 1 abobrinha média
  • 8 vagens grandes
  • 2 peitos de frangos cortados em cubos
  • 2 cravos da índia
  • sal a gosto

MODO DE PREPARO:

Corte os legumes em pedaços pequenos, e o peito de frango em cubinhos. No caldeirão refogue com uma colher de sopa de óleo a cebola com os cravos da índia e o sal e em seguida acrescente o frango. Após refogar o frango acrescente os legumes e logo em seguida cubra-os com água. Cozinhe em fogo médio até que os legumes fiquem macios. Se preferir acrescente macarrão de sopa 20 minutos antes de retirá-la do fogo. Bom apetite!

Para mais informações sobre saúde, consulte sempre um profissional da área.


Categoria: Nutrição | 3 Comentários »

ESTERÓIDES ANABOLIZANTES E OPÇÕES NATURAIS

4 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

O post da entrevista com usuário de anabolizantes foi muito discutido aqui no blog Um Metrrossexual e o assunto foi levado até para um fórum sobre Saúde. Eu sempre visito o site CorpoPerfeito.com.br, lá tem bastante informações de esporte, saúde, suplementos, e acabei encontrando um vídeo interessante sobre Anabolizantes, o vídeo tem um pouco mais de 5 minutos, e sugiro que assistam ainda mais para quem está na dúvida se toma ou não “bomba”.


Categoria: Esporte, Saúde | 11 Comentários »

VASO SANITÁRIO (PRIVADA)

3 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Você deve estar se perguntando que post é esse? Pode parecer estranho falar sobre o vaso sanitário, mas vou escrever também como um “desabafo”…rs Esse dias eu estava no banheiro da empresa onde trabalho, o banheiro é bem pequeno, são duas cabines para mais ou menos uns 30 homens, e você já deve imaginar o estado no fim do dia, mesmo sendo limpo umas duas vezes ao dia. Bom, mas não é disso que vou falar… Lembra que eu falei que esses dias eu estava no banheiro, então eu acabei presenciando pela segunda vez uma cena no mínimo “porca”… Eu estava escovando meus dentes, quando escuto de dentro da cabine o som da pessoa se limpando (não é um dos melhores sons) e dando descarga, passando aquele tempo e aí ela abre a porta e sai, eu como ainda escovava o dente dei uns passos para trás para a pessoa utilizar a pia e lavar as mãos, mas para a minha total surpresa a pessoa passou reto por mim e foi embora, isso mesmo, não lavou as mãos, nem mesmo jogou aquela “aguinha”… Ah, e tem outra situação não sei se pior ou igual… Eu entrava no banheiro e me preparava para pegar a minha escova dentro da nécessaire, quando ouço o barulho de alguém escovando os dentes… Mas onde estaria esse ser, sendo que só existe uma pia no banheiro? Ele estava dentro da cabine escovando seus dentes, e abriu a porta e saiu naturalmente para enxaguar a boca e sua escova.
Estranho? Falta de higiene? Porco? Sujo? Isso não é tudo, o pior são as doenças que podem adquirir em situações como essa, o próprio vaso sanitário tem milhões de bactérias e quando puxada a descarga essa bactérias entram em movimento e esses organismos infecciosos podem chegar até um metro de altura. Essas bactérias se tiverem contato com a boca podem causar febre, diarréia e vômito.

Shigella, Norovirus, E.Coli, Hepatite A, Salmonela, essas são as principais bactérias encontradas em uma “privada”, o que todas podem causar eu não sei exatamente, mas acho que nem é importante saber o que causam para evitar atitudes como a descrita acima não é?


Categoria: Saúde, Variedades | 6 Comentários »