Submarino.com.br
ÁLCOOL X ANTIBIÓTICOS | UmMetrossexual.com

ÁLCOOL X ANTIBIÓTICOS

2 junho, 2008 por Gustavo Tijolo

Eu acho que essa é uma dúvida de muitas pessoas… Estou tomando remédio, será que posso beber uma cervejinha? Isso aconteceu comigo nesse fim de semana, eu estou tomando antiinflamatório e antibiótico e sai com os amigos para comemorar meu aniversário (Meu aniversário foi ontem 01/06, valeu pelos parabéns!..rs), e aí mesmo com o frio pensei em tomar um chopp, mas como faltava ainda 2 comprimidos para finalizar o tratamento da inflamação na garganta, eu resolvi não beber nada…
Um amigo estava resfriado e tomando analgésico, mas mesmo assim encarou uma taça de vinho dizendo que vinho faz bem para saúde e para o resfriado… Eu discordei!
Bom, fui pesquisar e descobri o que já sabia, o álcool impede a absorção de medicamentos e interfere no nível na corrente sanguínea dando chance para a infecção, que pode voltar e ser ainda mais forte, e tem mais… Álcool e drogas antivirais podem causar náuseas, e dores de cabeça.

Assuntos relacionados


Este post foi criado em: segunda-feira, 2 junho, 2008 ás 11:12 am na categoria Saúde. Você pode seguir qualquer resposta para essa entrada pelo RSS 2.0 feed. Se preferir pode deixar uma resposta, ou trackback do seu próprio site.

78 respostas Sobre “ÁLCOOL X ANTIBIÓTICOS”

  1. Hugo comentou:

    e sobre o alcool e a suplementação?
    é verdade que sobrecarrega muito o figado?
    Abraço

  2. Adolf comentou:

    Olá amigo sou médico e venho esclarecer alguns pontos sobre o citado acima.
    Concordo que sim a absorção da medicação em conjunto com o alcool é verdadeiramente diminuida pelo fato da medicação ter sua grande parte metabolizada renalmente, logo quando se ingere quantidades razoáveis de álcool ocorre dimunuição de absorção, logo quanto estou tomando antibiótico e sei que vou beber “inevitável” em festas aumento a dose da medicação, mais alerto que isso é totalmente contra-indicado ” eu não falei nada”!
    Outro ponto que se deve prestar atenção é qual antibiótico se esta tomando. Por que alguns ATB’s podem causar o efeito dissulfiram like ( quando alia-se álcool com ATB’s como: Quinolonas ,Metronidazol e algumas cefalosporinas… pode-se passar muito mal , apresentando náuseas extrema vasodilatação e consequente queda de pressão arterial, taquicardia e cefaléia.
    Então cuidado.
    Parabéns pelo seu bolg..
    Abraço!

  3. Adolf comentou:

    Respondendo ao primeiro comentário.
    Ocorre uma alta sobrecarga principalmente renal
    Abraço!

  4. Gustavo Tijolo comentou:

    Agradeço a visita e os comentários!

    Sim, só o álcool em excesso já sobrecarrega o fígado e álcool + suplementos pode ser ainda pior.

  5. fábio comentou:

    álcool + antibiótico = morte em 3 dias.

  6. Luiz comentou:

    Olha, eu sou médico e concordo com o Fábio. Hahaha! :)
    Bom, é o seguinte, esse é um assunto no qual existem muitas controvérsias. Embora esteja bem claro que o álcool em excesso pode evitar a ‘perfeita’ absorção do medicamento, devemos levar em conta que a maioria dos antibióticos alcançam suas concentrações plasmáticas máximas em uma ou duas horas (como é o caso da amoxicilina e da azitromicina), apresentando baixa ligação protéica e também podem ser administrados com alimentos. Pode parecer muito blá-blá-blá, mas isso significa que biologicamente a administração concomitante de um desses antibióticos e álcool algumas horas após a ingestão do comprimido representa um retardo quase que irrisório à ação geral do medicamento. Ou seja, NÃO, não adianta, álcool não “corta” efeito algum de ATB!
    Agora, tomando postos de “crianças” crescidas, analisemos:
    - Se um médico que estudou 10 anos pra ser o que ele é te receitou um antibiótico, isso significa que você está com algo mais sério que um simples corte no braço. Acredite, você pode não sentir depois de algum tempo, mas seu corpo ainda continua debilitado e propício a desenvolver uma infecção bem ‘legal’ caso você não se cuide. E beber nessas horas significa essencialmente não se cuidar. O álcool, falando de maneira leiga, baixa tua resistência (isso decorre de outras alterações biológicas provocadas pela ingestão do álcool).
    - Existem alguns tipos de ATBs, como citado acima, que na administração concomitante com o álcool podem te fazer muito mal, causando reações adversas como dores de cabeça, náuseas fortíssimas, taquicardia entre outros.
    - Normalmente os antibióticos são auxiliados pela administração conjunta de anti-inflamatórios que ajudam a combater a inflamação, atuam como analgésico e anti-térmico, porém “FODEM” com o teu estômago. De forma desastrosa. Misturar ATBs com AI (tantos corticóides quanto AINEs ou Coxibs) e álcool pode te trazer uma forte dor estomacal a qual você não saberá explicar nem quando estiver no hospital tomando soro na veia para aliviá-la. Sem contar numa possível gastrite que pode ainda encher tua boca em afecções aftóides.

    Enfim, acreditem, eu entendo que beber é um mal necessário, mas evitem ao máximo.
    Eu não tô fazendo sensacionalismo aqui, não sou nenhum médico careta (tenho meus 26 anos e encho a cara todos os fins de semana :D ), mas prezo muito pelo bem estar dos meus pacientes. Então, EVITEM! Caso seja inevitável, curtam sem medo ou peso na consciência, mas, enquanto possível, procurem cuidar da saúde pra não sofrerem ainda mais!
    Abração, Luiz.

  7. mariana comentou:

    estou fazendo um curso de farmacia e pesquiso en muitos sait e sao poucos com um bom conteudo com o d vcs estao todos de parabens. adorei o estilo perguntas e respostas. minha pergunta e a seguinte porq a benzetacil doi tanto auando aplicada

  8. fernando comentou:

    a noção de “Homem moderno” se resume a um metrossesual?

  9. Gustavo Tijolo comentou:

    fernando,

    não somente isso, mas posso dizer que é um dos pilares!

    [ ] ´s

  10. Fabrícia rj comentou:

    Achei muito interessante o tema vou sair hj e estou tomando amoxilina,tava com a garganta ruim.
    To doida pra beber mais acabei ficando com me do rsrsrsr
    dessa combinação ai alcool+antibiotico=morte
    cruz rs.

  11. Caio - SP comentou:

    Uma mulher “legal” me passou Sifilis… ja estou tratando, com 2 doses de benzetacil!!!
    Gostaria de saber por quanto tempo devo ficar sem tomar uma cervejinha::!?!?!!?

  12. Vânia Lima Santos comentou:

    Tomo Tegretol 200 ml duas vezes ao dia. Manhã e noite.Isso ha 7 anos, por causa de uma convulsão. Disse ao meu médico, que gostaria de tomar uma tacinha de vinho no meu niver e ele disse que não o fizesse. Esta semana encontrei um médico que me disse que não havia problema nenhum em tomar uma pequena dose de vinho. Que muitos médicos ainda se agarravam a esse mito de que alcool e remédio faz mal.
    Gostaria de saber se procede essa opinião do médico. E se posso tomar pelo menos uma pequena dose de vinho para comemorar meu niver.

  13. MARCELO comentou:

    QUERO SABER,POS TER TOMADO UMA BENZETACIL,TENHO QUE FICAR QUANTO TEMPO SEM TOMAR ALCOOL,PARA QUE SE OBTENHA O MELHOR RESULTADO DO MEDICAMENTO,SEM ALTERAR SUA ACAO……..OK
    AGRADECO
    AGUARDO RESPOSTA

  14. Julian Ribeiro comentou:

    comecei a tomar amoxilina a cinco dias, mas o tratamento é para 14 dias ,hoje é sexta e to afim de beber uma cervejinha,sera q faz mal?

  15. Gustavo Tijolo comentou:

    Julian,

    Pode “cortar” o efeito do remédio.

    [ ]´s

  16. MARIO PEREIRA comentou:

    MARIO:

    QUERO SABER,POS TER TOMADO UMA BENZETACIL,TENHO QUE FICAR QUANTO TEMPO SEM TOMAR ALCOOL,PARA QUE SE OBTENHA O MELHOR RESULTADO DO MEDICAMENTO,SEM ALTERAR SUA ACAO……..OK
    AGRADECO
    AGUARDO RESPOSTA

  17. sergio mosqueti comentou:

    amigos preocupados com a relação antibioticos x alcool… eu entendo que quem tá doente, tem que se preocupar em sarar primeiro, depois com a saude em dia…tem o resto da vida prá poder tomar todas…

  18. daniel comentou:

    Gostaria de saber se quem esta tratando de siflis, quanto tempo devo ficar sem tomar bebida alcoolica? Por favor aguardo uma resosta!

  19. ana clara comentou:

    estou tomando um remédio que chama tatralysal,vou ter que toma-lo por alguns meses devido a problemas de acne,mais pelo fato de nao ser apenas alguns dias,gostaria de saber se pode ocorrer alguma complicaçao no tratamneto ou algo parecido.
    obrigada pela atençao. aguardo respostas

  20. simone comentou:

    quando a benzetacil doer tanto quando aplicada? ai vai a resposta: por experiência propia, sou enfermeira. só doi porque a diluição é feita com AD se for diluída com SF verá que não doe tanto! beijinho

  21. MAURO comentou:

    SIMONE,
    PODERIA SER MAIS ESPECIFICA???
    NÃO SOMOS ENFERMEIROS, NÃO SABEMOS O QUE É AD OU SF

    E TAMBÉM ESTOU NA DUVIDA SOBRE QUANTAS HORAS APÓS TOMAR BENZETACIL POSSO TOMAR UNS BIRICO TICO RSRSRS

    ATT

    MAURO

  22. Rafael Lopes comentou:

    Bom dia, estou tomando stanazolol em comprimido faz 3 semanas, 3 AO DIA DE 8 em 8 Horas.
    e similarina oleo de primola + um acido lá … de proteção.

    Tenho formatura no sabado dia 30/01/2010 , gostaria de saber se haveria algum efeito colaterall…se eu beber wisk ou cerveja… com moderação…

  23. Rafael Lopes comentou:

    Bom dia, estou tomando stanazolol em comprimido faz 3 semanas, 3 AO DIA DE 8 em 8 Horas.
    e similarina oleo de primola + um acido lá … de proteção.

    Tenho formatura no sabado dia 30/01/2010 , gostaria de saber se haveria algum efeito colaterall…se eu beber wisk ou cerveja… com moderação…
    e se preciso cortar o medicamento neste final de semana?

  24. Gustavo Tijolo comentou:

    Rafael,

    O ideal é vc não ingerir bebida alcóolica, pois seus organismo está sobrecarregado, fígado e etc.
    Não consumo álcool nesse período que seus resultados serão melhores.

    [ ]´s

  25. neise belchior comentou:

    Amei as perguntas e respostas.Me esclareceu várias dúvidas.Obg.

  26. sandro comentou:

    estou tomando ampicilina pois extrai um dente ja tomei 6 comprimidos vou parar sabado a noite sera que domingo a tarde lá pras 17 horas poderei tomar umas 5 cervejas?

  27. manoel comentou:

    O comentario do Luis foi charo e muinto
    esplicativo, responde todas as pociveis pergutas
    dos iternaltas e tira todas as duvidas.
    So se alguem é buro, para continuar ainda com duvidas….;…..

  28. ProcuroAjuda comentou:

    Querem um conselho? Não bebam tomando remédio ALGUM! Um fato aconteceu na minha vida em jul/2007 e até hoje mar/10 não foi resolvido.

    Misturei bezetacil + antiinflamatorio + alcool + sabe-se lá o que tinha naquelas bebidas.

    Conclusão: meu sistema nervoso PIFOU! E está completamente pifado até hoje. Alguns médicos já identificaram que é o sistema nervoso, mas nunca viram isso e não sabem resolver. Sinto reações químicas pelo s. nervoso inteiro, ou seja, pelo corpo inteiro, dores absurdas no estomago, perco a visão, cai pressão, coração acelera, a cabeça fica completamente perturbada com qualquer som e imagem, por mais baixo que ele seja, morro de frio mesmo estando mó calor, e fica um calor absurdo na cabeça, com pressão muito forte na cabeça, muita dificuldade de respirar e reações subindo do estomago para a cabeça.
    Qualquer alimento que ingiro, passo muito mal, estou com alimentação muito limitada. Comendo coisas que levei meses pra descobrir o que fazia mal e o que não fazia. Mas enfim…TUDO tem me feito mal ao ingerir, principalmente ALCOOL. Não posso nem c/ UMA GOTA de homeopatia.
    Ja passei por mais de 40 medicos, diversas especialidades e TODOS disseram nunca ter visto isso, nem psicologos, psiquiatras, neuros, gastro, psicossomaticos, homeopatas entre outros.
    E sabem como alivia meus sintomas (ja que não tinha nenhum remedio)? Me alimentando.
    No começo, meu s. nervoso ficava maluco a cada 4h, depois passou a ser a cada 3h e 2h. Nisso, ja tinha passado 2 anos e fui internado. NINGUÉM no hospital descobriu e me liberaram depois de 1 semana. Detalhe: eu saí MUITO pior do que entrei de tanto remedio que me deram e comecei a ter as reações a cada 30min, sendo que antes eu saía de casa mas tinha que levar lanches e comia a cada 2h cada lanche, agora nem os lanches resolvem, mesmo comendo a cada 30min, só refeição mesmo.

    E o pior: ao andar, meu s. nervoso fica louco, meu cérebro parece pirar e não ter energia, não posso andar normalmente, abaixar e levantar, chutar, fazer movimentos bruscos, digitar tem que ser bem lentamente, então to levando muito tempo pra terminar isso, mais do que levaria normalmente, não posso levantar peso, empurrar nada. Também não posso ter sentimento nenhum. As reações começam se fico feliz, se fico triste, se choro, se grito, se falo muito, se me estresso, enfim…TUDO!

    OBS: FIZ TODOS OS EXAMES POSSÍVEIS E NENHUM ACUSOU NADA! Mas nem os médicos psicossomaticos, psicologos e psiquiatras sabem o que está acontecendo.

    Eu estou falando tudo isso por 2 razões

    1 – não quero que nem o meu pior inimigo passe por isso
    2 – preciso de ajuda URGENTE e já não sei mais pra onde correr.

    Cada remédio que me dão, ao inves d não fazer efeito ou ajudar, faz MUITO mal e não volto ao estágio anterior msm que pare com o remédio. Ou seja, a cada dia pioro MUITO e como MUITO para conseguir ficar sem as reações e conseguir enxergar, ouvir, andar (msm que devagar).

    Bom, meu email é:
    procuro.ajuda@hotmail.com

    Quem puder ajudar, é só entrar em contato que eu passo meu tel e explico tudo direitinho.

    Não pensem que isso é golpe, pois não quero dinheiro algum, quero ajuda para resolver esse problema e só não coloquei meu nome real pois já tive problemas com isso depois que algumas pessoas souberam disso. Mas quer puder ajudar, com certeza irei contar toda minha história e se quiser, pode me conhecer pessoalmente.

    REPITO: NÃO MISTUREM NADA COM MEDICAMENTO E NEM MISTUREM OS PROPRIOS MEDICAMENTOS.

    E QUEM PUDER, POR FAVOR, ME AJUDE! Seja com uma indicação de médico, terapeuta, ou indicando alguem que passou algo do tipo e conseguiu resolver, enfim… qualquer maneira!

    Resumi MUITO pois a coisa é muito mais complexa e sei que ninguém vai ter saco pra ler.

    Obrigado.

  29. Bel comentou:

    seu eu parar com o antibiotico anoite e no dia seguinte atarde eu beber ?
    nao pode mesmo assim ?
    responda por email . obrigada
    bell.cris@yahoo.com.br

  30. Arthur comentou:

    Quanto tempo depois da última capsula do antibiótico, se pode ingerir álcool?
    A situação é a seguinte: Tomei o último 16:30h, e pretendo sair com amigos lá pelas 22H. Vou poder ingerir bebida alcóolica a partir desse horário ou quanto tempo depois?
    favor respondam com pressa! não quero ligar pra um médico! kk
    abraço e parabéns pelo blog, interessante!

  31. Arthur comentou:

    Se der pra me enviar um email com a resposta tbm, eu agradeço! porém, vou ficar de olho aqui no site!

  32. caio comentou:

    estou tomando ATB e saí hoje com uns amigos. Eles pediram um chopp enquanto eu fiquei no refri por causa do medicamento.
    o blog esclareceu muitas dúvidas, parabéns

  33. donizete comentou:

    quero saber se o cigarro tira o efeito do antibiótico ?

  34. Fabrizia comentou:

    tomei benzetacil e com 30 horas tomei cerveja, a injeção fez efeito ou o alcool cortou mesmo com 3o horas após ?

  35. X comentou:

    Antibiótico e energético pode?

    Posso beber 12 horas depois da ultima dose do antibiótico? Quantas horas depois seria ideal?

    Posso adiantar algumas horas cada dia para adiantar o término do tratamento?

  36. Andreia Alves comentou:

    impressionante o depoimento do procuro ajuda!!!Mas ningém respondeu??? Não sei o que dizer,pois entrei meio de gaiato neste site para saber se posso tomar uma cevejinha e estou tomando amoxilina. Como a gente não pode esperar né?? Eta bebida……

  37. PABLO RODRIGO SILVA comentou:

    Estou fazendo uso de mionevrix para dorsalgia. Termino de tomar esses medicamentos amanhã. Gostaria de saber se no outro dia já posso beber? grato!!!

  38. tenso comentou:

    galera…
    e maconha + antibiótico?
    heheh

  39. Bruno comentou:

    Tomei apenas um comprimido de amoxilina na quarta feira as 11:30 da manhã, e hoje sabdão , tem ima festa para ir , será que posso beber ?

  40. Arthur comentou:

    ME AJUDEM

    BOM DIA GALERA VOU CONTAR A PEQUENA HISTORIA DA MINHA SINUSITE

    A UNS 5 ANOS ATRAS COMEÇOU EM MIM UMA ONDE TERRIVEL DE “ATAQUES” DE SINUSITE, NO COMEÇO TUDO BEM TINHA UM ATAQUE DE 6 EM 6 MESES + OU – MAS COM O PASSAR DO TEMPO ESSE TEMPO FOI DIMINUINDO E NOS DIAS DE HOJE TENHU UM “ATAQUE” MÊS SIM MÊS NAO, JA NAO AGUENTO MAIS ESSE SOFRIMENTO EH HORRIVEL E É A PIOR DOR QUE EU JA SENTI NA MINHA VIDA, O LADO ESQUERDO DA MINHA TESTA ACIMA DA SOBRANCELHA TA COM UM INCHAÇO FEIO A MAIS DE 5 MESES E O LADO DIREITO NAO TEM NADA, JA TOMEI AMOXILINA (NAO FAZ MAIS EFEITO) AZITROMICINA ( TA FICANDO FRACO JA) E AGORA TO TOMANDO Amoxicilina + Ácido clavulânico, NAO SEI O QUE FAZER MAIS COM RELAÇÃO A SINUSITE QUALQUER “DORZINHA” QUE EU SINTO ME DA UM PANICO COM MEDO DA DOR.

    NO HOSPITAL JA TIREI VARIOS RAIOS X E O MEDICO SEMPRE FALA Q NAO TEM NADA NA TESTA, MAS SE NAO TEM NADA NA TESTA POR Q ELA TA TÃO INCHADA? E A DOR SEMPRE COMEÇA NA TESTA E SOMENTE NO LADO ESQUERDO DO ROSTO.

    ALGUM MEDICO POR FAVOR ME AJUDE

  41. Glaucia comentou:

    Prezado Arthur,gostaria de mencionar com vc que de repente deveria procurar um Otorinolaringologista ou um Medico que te recomente um encefalograma ou ama resonancia magnetica da sua face ou cabeca porque opino que derrepente este inchaco seja algo
    mais preocupante do que se pode imagianr .Ppode ser um Aneurisma ou uma sinisiti cronica que podem ser resolvidas com cirrurgia.
    Tente fazer escalda pe com agua quente e va depois para uma bacia com agua bem gelada.Coloque meias grossa de algodao.isso vai ajudar com que o sangue circule pela a extremidade mais longe da sua cabeca(os pes) fazendo com que a pressao diminua da sua cabeca.beba muita agua e ore muito.Deus pode te curar.Boa sorte.(Sou estudante de Odontologia aqui nos USA)espero que minha dica te ajude!!!

  42. Arthur comentou:

    Muito obrigado pela dica, vou ver o que posso fazer mas o problema eh q eu dependo da Saude publica e aqui em brasilia é uma merd… Os medicos mal olham pra mim e passa qualquer medicação, mas vou tentar procurar ajuda em base da sua dica, muito obrigado

  43. ELIZABETH APARECIDA DE LIMA comentou:

    MEU IRMAO TEM COAGULOS NA CABEÇA DEVIDO USO DE ALCOOL DE TANTO BATER A CABEÇA.TOMA TEGRETOL 400 FOGE E BEBE UM POUCO VOLTA MUITO PERTURBADO P CASA. AS VEZES QUER AGREDIR DEPOIS FICA SEM DORMIR E SEM COMER. ESTAMOS DESESPERADOS COM ESTA SITUAÇAO NOS AJUDEM,FICA TRANCADO COMIGO EM CASA. QUANDO DEIXO SAIR VAI CORRENDO P O BAR. ESPERO QUE ALGUEM ME RESPONDA SE TEGRETOL E ALCOOL DEIXA LOUCO. OBRIGADO.

  44. Elisa comentou:

    Olá! A dúvida que tenho é a seguinte: tô tomando azitromicina por 3 dias, o remedio acaba na sexta e tenho uma festa sábado… aí já posso beber uma cervejinha? hehehe
    obrigada

  45. Ana Paula Gaspar comentou:

    Prezados,

    Boa tarde, gostei das respostas adquiridas aqui e também gostaria de opnar. Eu sei que não deve fazer bem como vários comentaram aqui, porém deve-se ficar atento a cada organismo, por ex: eu não posso tomar paracetamol, se eu tomar eu vou a nocaute, pra dores o único que dá resultado é o AAS adulto, Novalgina eu posso tomar baldes que nada acontece…o que eu quero dizer? Bom, eu tomo amoxicilina por conta da infecção de garganta, e por inumeras vezes tomei tequila, óbvio sem exagero e eu fiquei numa boa. Acredito que determinados organimos reagem de formas diferentes, pode ser devido a minha boa alimentação, com muitos legumes e verduras, muitas frutas e 3 litros d´agua por dia.Mas também pode ser a primeira opinião, cada organismo tem a sua forma de reagir!!

    Att,

    Ana

  46. leandro comentou:

    ola galera,
    hj eu ia tomar bezetacil mas resolvi deixa para o inicio da semana pois fds tenho uma festa para ir.

    agora como mencionaram ai encima que a penicilina fica agindo durante 30 dias eu vo ter que fica um ano sem bebe ?(pois o medico me receito um trantamento de um ano de penicilica uma vez por mes por causa da garganta) ou so dps que vc toma vc tem que fica quantos dias sem bebe ?

  47. emerson comentou:

    tomei benzetacil e engeri bebida alcolica depois de duas semanas da doze isso cortou o efeito do remedio ou nao, obrigado e aguardo resposta…

  48. Leticia comentou:

    Boa tarde pessoal,

    Existem várias perguntas sobre o efeito da Benzetacil no organismo e quanto tempo após ter tomado-a se pode ingerir bebida alcóolica, é uma pergunta muito interessante, pois se trata de um ATB muito forte, seria bastante interessante se algum bom médico nos esclarecesse esta questão.

    Abraços!

    (msn: le_ticia_cavalcantti@hotmail.com)

  49. Rodrigo comentou:

    Olá…estava tomando antibiotico durante 7 dias e o ultimo acabou hoje pela manhã…será que posso tomar umas brejas amanhã a noite?

  50. Willian Marforio Mendes comentou:

    Parabens pelos comentarios, Luiz to contigo e não abro. A disciplina consciente so te traz alegria mesmo não sendo a mais adequada. To tomando amoxilina e AI e não ta resolvendo. Vou beber hj de consciencia tranquila. Alcool e direção matam mais que medicamentos. a proporção é 304 p cento maior. kkkkkkkkkkkkkkkk Um abraço a todos!!!

  51. Tudao comentou:

    faço farmacia…e estou vendo muita gente escrevendo besteira ai…o problema do alcool vs medicamento…é que o etanol(substrato),vai se ligar em algumas enzimas que sao responsaveis pela metabolizaçao dos farmacos no figado(EX:p450)…ja que a enzima esta ligada a molecula do etanol…o farmaco nao tera como se ligar…isso se da o nome de efeito indutivo…pois o etanol induz a enzima…dificultando a ligaçao do farmaco a enzima…
    entaoo…conselho…nao misturem CERVEJA x MEDICAMENTO…pois o efeito sera UNA MIERDA…

    ¬¬”

  52. Maxwell comentou:

    Olá gostaria que alguem me respondesse se cerveja prejudica quem tem gastrite bacteriana. mesmo sem tomar remedio.

  53. Maxwell comentou:

    me mande um e mail se alguem tem alguma pesquiza ou algo que exclareça max-gonzaga@hotmail.com

  54. josé carlos queiroz comentou:

    eu estou tomando creatina um suplemento queria saber se pode tomar bebida aucolica ou se faz augum efeito mal.

  55. Néia comentou:

    Tenho sífilis, gonorréia, aids, érpis e tudo qto é coisa podre na minha vagina( até no anus). Tenho um cheiro podre e um monte de pus que sai das minhas partes íntimas(Vagina e anus). Oq devo fazer?

  56. carlos comentou:

    Neia:Só tem um remédio p vc, 10 bolinhas de chumbinho

  57. Thiago comentou:

    Olá, boa tarde! Estou tomando remédios homeopáticos há 6 dias e chá de beringela natural que é muito bom para a pressão e hoje vou sair para beber com meus amigos, vamos encher a cara com saquê e licor! Gostaria de saber se há algum problema! Obrigado!

  58. maria da silva comentou:

    não tive resposta para minha pergunta não ajudou em nadda

  59. SAMUEL comentou:

    estou tomando AMOXILINA E ADCIM pois estou com dor de garganta e dor no ouvido, posso encher a cara no reveillon? ehaiue
    desde ja agradeço! abraço!

  60. Sinusite comentou:

    Olha Arthur, eu tenho sinusite quase como você, mas no meu caso, não dói tanto.

    Descobri recentemente que isso pode ter relação com refluxo, e no meu caso , tem.

    fiz endoscopia e descobri que a “válvula” do meu estômago tem um rombo em vez de um pequeno orifício, como deveria ser.

    mas, explicando um pouco melhor, o que acontece é que o ácido volta do estômago e acaba irritanto as vias aéreas superiores, e em seguida, infecciona, e vira sinusite.

    Espero ter ajudado.
    Procure um Gastro.
    Abraço!

  61. alex sandro comentou:

    tenho hiv e peguei sifilis e hepatite b tomei 3 doses de benzetacil durante 3 semans de 2400000. por qunro tempo e bezetacil fica no seu organismo agindo, vou fazer novos exames somente em maio por orientação médica agradeço a resp o mais breve obrigado

  62. camilla comentou:

    ola, gostaria de saber se eu tomando diclofenato de potassio, posso beber umas cervejinhas
    meu dente ta f… e dependo da saude publica pra cuidar. se alguem tb souber onde posso cuidar gratuitamente, por favos agradeço!
    um beijo a todos

  63. Ricardo comentou:

    Só pra ficar “bem explicadinho” Drs.:

    Quando Alexander Fleming, no início do século 20, observou que um fungo “assassino” havia contaminado todas as placas de Petri contendo suas culturas de bactérias, destruindo o trabalho de horas, dias e meses, ele não se desesperou. Como bom cientista, ele buscou ver o lado bom daquele problema e, antes de descartar as placas, observou que o fungo havia formado um halo ao seu redor, eliminando as bactérias naquele local. Foi um passo muito importante para a história da ciência: Fleming acabara de descobrir a penicilina. Entretanto, antibióticos não são substâncias novas no tratamento de doenças, pois há mais de 2500 anos os chineses já conheciam as propriedades terapêuticas da coalhada de soja mofada, aplicando-a em carbúnculos, furúnculos e infecções similares. Pasteur e Joubert, em 1877, foram formalmente os primeiros pesquisadores que reconheceram as potencialidades clínicas dos microorganismos como agentes terapêuticos.

    Tão antigo quanto o uso de antibióticos é o consumo de bebidas alcoólicas. As mais antigas eram fermentadas, como cervejas e vinhos. Na Idade Média, quando os árabes introduziram técnicas de destilação na Europa, os alquimistas passaram a considerar o álcool como elixir da longa vida. Hoje em dia, o álcool causa muito mais prejuízos à saúde do que benefícios, quando ingerido sem moderação.

    Mas qual a relação entre o consumo de álcool e o uso de antibióticos? É do conhecimento de todos que os médicos costumam aconselhar aos pacientes a não ingestão de bebidas alcoólicas junto com antibióticos. Entretanto, a justificativa dos médicos normalmente é que “o álcool tira o efeito do antibiótico” e tal afirmação merece um estudo um pouco mais atento, pois nem sempre o motivo é esse. E antes de falar dos outros motivos é preciso falar um pouco da absorção dos antibióticos pelo organismo, do mecanismo de ação e dos efeitos adversos dos mesmos, assim como é preciso observar a forma de absorção e os efeitos que o álcool causa por si só.

    Os antibióticos são substâncias que atuam diretamente sobre o microorganismo, agindo sobre sua membrana celular, suas enzimas ou seu DNA. Cada uma das ações dos antibióticos está ligada à sua estrutura química. Além disso, as características químicas de cada substância modificam a sua absorção em nosso corpo e, de uma maneira geral, isso pode ser entendido da seguinte forma: substâncias com caráter levemente ácido ou alcalino e comportamento apolar (substâncias apolares podem ser entendidas grosso modo como substâncias “gordurosas”) dissolvem-se bem em fluidos corporais. O caráter levemente ácido (ou básico) significa que estas substâncias normalmente encontram-se no que se chama de forma não ionizada, que é bem absorvida pelo nosso corpo. Dependendo das condições de acidez do meio, elas podem se converter à chamada forma ionizada, que é pouco absorvida.

    O álcool estimula diretamente as membranas do aparelho digestivo, promovendo maior produção de ácido clorídrico no estômago (daí vem a famosa gastrite do pessoal que bebe demais) e também o aumento dos movimentos do intestino e do estômago, podendo provocar diarréia e vômitos (também ocorre com o pessoal que costuma tomar “aquele pilequinho”). Estes dois efeitos promovem uma passagem mais rápida e uma menor absorção do medicamento pelo estômago e pelo intestino (especialmente o duodeno, onde a maioria dos fármacos é normalmente absorvida) – leia mais aqui (em inglês). Assim, a ação do álcool não ocorreria diretamente sobre a substância antibiótica, mas sim na sua absorção. Com uma absorção menor, o medicamento estaria em menor concentração na corrente circulatória, diminuindo sua ação. Entretanto, esses mecanismos de interação, embora sejam coerentes, não são os principais responsáveis pela recomendação de não ingerir bebidas alcoólicas juntamente com antibióticos. Os grandes vilões nessa história são os próprios antibióticos.

    Mas antes de falar sobre isso, é fundamental entender as vias de metabolização do etanol (álcool) que ocorrem no fígado. A metabolização nada mais é do que a transformação do etanol em outras substâncias que serão utilizadas pelo nosso organismo ou então descartadas através da urina ou do suor. Esse processo ocorre em duas fases, entretanto a fase relevante para as interações com antibióticos é somente a primeira, a qual consiste na conversão (em um processo conhecido como oxidação) do etanol a um composto chamado acetaldeído. Este processo é auxiliado por uma enzima chamada álcool desidrogenase. O acetaldeído, por sua vez é oxidado a acetato com a ajuda de outra enzima chamada chamada acetaldeído desidrogenase. Outras enzimas também participam destes processos e o etanol aumenta também o conteúdo de uma enzima da família conhecida como citocromo P-450 (uma grande família…), que é responsável pela metabolização no fígado de diversos medicamentos, entre eles …vários antibióticos.

    Falando em fígado, outro risco de beber e tomar medicamentos é que o etanol pode promover um dano maior que o normal ao fígado quando o antibiótico já possui por si só uma atividade tóxica para este órgão, como é o caso do antifúngico cetoconazol e seus derivados, do antibiótico contra tuberculose izoniazida e do antibiótico azitromicina e seus derivados. No entanto, os efeitos tóxicos são maiores para os usuários crônicos de álcool, aqueles que bebem todos os dias, uma cervejinha (só uma!) não causará maiores danos, embora possam surgir náuseas, vômitos e dores abdominais.

    Voltando aos processos de metabolização do álcool, alguém já ouviu falar do efeito ANTABUSE? Pois é, existem algumas substâncias, que por terem em sua estrutura grupamentos contendo nitrogênio ou uma composição de nitrogênio com enxofre, inativam a enzima acetaldeído desidrogenase, a qual não irá converter o acetaldeído proveniente do etanol em acetato. O acúmulo de acetaldeído provoca reações típicas muito desagradáveis, caracterizadas por: ardência na face, dificuldades respiratórias, náuseas, vômitos, transpiração, queda de pressão, vertigem e visão borrada. O Antabuse, nome comercial do composto dissulfiram, utilizado para combater o alcoolismo, baseia sua ação justamente aí. Um antiprotozoário muito conhecido chamado metronidazol também causa esse efeito e tem sido usado para o combate ao alcoolismo. E vários antibióticos freqüentemente receitados, entre estes certas penincilinas como a ciclacilina e a ampicilina, assim como algumas cefalosporinas, entre elas a cefalexina, a cefadroxila e a cefradina, possuem um grupamento nitrogênio, o qual também é capaz de promover esse efeito “antabuse”.

    Além disso, estes antibióticos reagem diretamente com o acetaldeído, diminuindo a concentração do antibiótico livre no sangue. Isto significa que, em termos farmacêuticos, fica diminuída a disponibilidade do antibiótico para agir. Uma vez que existe menor concentração de antibiótico, seu efeito será reduzido - justamente o que os médicos afirmam, “que o álcool tira o efeito”.

    Agora vou fazer o papel de advogada do diabo: vou defender os médicos. Sim, está certo que nem todos os antibióticos interagem com as bebidas alcoólicas e que os médicos deveriam ter conhecimento disso. Mas já imaginaram a confusão que seria explicar para um paciente que não entende nada de química por que ele não pode tomar tal antibiótico com álcool e tal antibiótico ele pode? A tendência do paciente será sempre a de generalizar, e é claro, generalizar para o que é favorável a ele, ou seja, “ah, se tomando a minha “pinga” com X eu não sinto nada, vou tomar com Y também!” Por isso os médicos preferem generalizar também, não dando chance à imaginação da nossa população e criando esse tabu tão divulgado.

    O certo é que uma cervejinha ou um vinho cai muito bem em diversas situações, mas o mais importante é beber com moderação. O risco de reações desagradáveis e problemas futuros ao ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento com antibióticos sempre existe, sentir essas reações ou não é uma questão de escolha. Eu, pessoalmente, escolheria não beber.

  64. carol comentou:

    bem sou usuaria de cocaina, tive que fazer um procedimento cirurgico chamado curetagem e com o exame de vdrl descobrie que contraie sifilis do meu parceiro to me tratando com bgt mais não conseguie me segurar e usei a cocaina hainda estou me tratando pode enterferir na minha cura
    resposta urgente bj

  65. JOCELAINE comentou:

    eu tomei um anaugesico depois de 8 horas que eu tinha tomado chop o que eu faço para melhorar???

  66. eduardo comentou:

    Querida carol
    Neste caso vá até o cemitério mais proximo e pegue um organismo novo do defunto mais fresquinho.
    Enquanto a sífilis pare de usar a droga de seu parceiro ele é uma doença terrível…

  67. Sandra comentou:

    A respeito do comentario do Ricardo
    2 abril, 2011 ás 6:04 pm
    Nossa!!!Até que enfim uma reposta inteligente bem explicada e com opinião formada.
    Valeu!!!!
    Ricardo.

  68. marcelo santana de oliveira comentou:

    Minha médica passou para mim 6 dose de benzetacil 1 em cada nadegas por 3 semanas para a sífils já tomei todas.eu quero saber se posso tomar cerveja? Cerveja faz mal a quem toma remédios para o virus hiv?

  69. carlos comentou:

    e so tomar os dois por via retal,ja que nao vai fazer efeito mesmo

  70. JHONNY comentou:

    Galera,

    Niguem respondeu sobre a bezetacil…

    Quem cala, consente! Vamo beber… pq Uma coisa é certa, so tem pinguço lendo isso…

    Vamu beberrr!

  71. Francisco comentou:

    Gostei muito das explicações dadas pelo Ricardo no dia 2 de abril. Seria muito bom que tivéssemos uma tabela explicativa com os antibióticos que apresentam incompatibilidade com o álcool. Melhor ainda, na bula de cada um deles deveria vir expresso, em negrito, se é incompatível com o álcool. Todos os antibióticos que tomei até hoje (azitromicina, amoxicilina, benzetacil) não têm em suas bulas qualquer tipo de observação quanto à não utilização de álcool durante o tratamento. Será que alguém, que tenha conhecimento de farmacologia como o Ricardo, consegue explicar isso?

  72. zanata comentou:

    tomei uma uma benzetacil ontem e até agora não senti efeito, tô doido p/ tomar uma; SÓ QUE VOU NÃO POSSO NÃO MINHA MULHER NÃO DEIXA NÃO !

  73. RooH comentou:

    apoós quanto tempo de ter tomado bezetacil, que eu posso ingerir alcool de novo ? aguardando resposta. Obrigado

  74. Gente fina comentou:

    Caracaaaa de 10 perguntas 9,5 é de algum pinguço querendo beber…hahaha

    mas afinal, depois de uma febre reumatica, tomando benzetacil..

    qdo eu posso beber um goró do baum? uahshuashu

  75. gata da hora comentou:

    Eu tive tuberculose e estou fazendo o tratamento que dura 6 meses agora estou tomando isoniazida e rifampicina cai na tentaçao e tomei uns vinhozinhos mas nao bebo todos os dias gostaria de entender mais a respeito do remédio e a açao dele no figado o qto ele agride e qto seria arriscado se eu ficar nessa de beber(bebi pq 6 meses é muito tempo!!mas sei q tenho q resistir)a minha dra disse,alias 2 pq fui em 2 uma do particular e uma do sposto pois só se pode tratar em posto de saude, que nada de alcool durante tratamento pq é muito hepatotoxico mas o qto? e eu bebendo algo alcoolico e o remedio q é um atb de 24 hs tipo averia risoc de interaçao medicamentosa e de repente o atb nao combater o bacilo?esse é meu medo e o bacilo de koch ir para outra parte do meu corpo goastria de ter mais orientaçoes mas nao caio mais na tentaçao depois do depoim do precisa de ajuda sei q é perigoso ,mas com a minha dra nao posso falar q ela me arrasa então busco aqui esclarecer certas duvidas ele é exagerada segundo ela tenho q ficar de repouso 6 meses mas tenho q trab não dá! ela pediu 2 em casa sem sair ,disse q eu indo para lugar de frio é mais complicado(estou em sao paulo)pq o corpo exige mais nada de exercicios sei que ela querm me ver totalmente curada mas queero saber oq realmente posso ou nao posso fazer!!
    obrigada e tenho fé de um dr inteligente omo teve no inicio me reponder!!

  76. boliviiaaa comentou:

    kkkkkkkkkkkk
    GALERAA PINGAIADA É NOISSSS!
    sabe de uma coisa… é tanta gente na mesma situação que a minha…
    e uma coisa eu sei.. amanha vo intorta u caneco nao to conseguindo nem tomar agua direito..
    tomei todos os remedios possiveis dentro do limite.. pra ve se amanheço bem amanha..
    e otra após 12 hrs remédio nenhum ta fazendo efeito mais.. eee uma coisa é cert seu figado sofreu bastante pra metabolizar todas essas drogas.. entãooo vou beber bastante agua vou me hidratar bem e a noite é nossa!! hahaha

  77. Matheus comentou:

    estou tomando nimesulida para tendinite , e o ultimo comprimido q eu tomei ja faz 15h , tem problema se eu sair com meus amigos e tomar umas cevas ?

  78. Raul comentou:

    to na mesma…. o que faz mal mesmo é o medicamento…. com o pó eu fico bem, bastou começar a tomar o cefalexina que meu estomago ficou zuado…. o remedio é feito pra metar bactérias e é isso que nos constitui… somos apenas um aglomerado de bactérias, virus e vermes… então um conselho…remédio é perigo de morte e apenas enriquece a industria farmaceutica… que como um “maliguino” traficante tem apenas um objetivo… nos tornar dependentes para consumirmos seu produto… mais ou menos como a bacteria faz com nosso corpo… então véio o melhor é se matar… kkk…. to zuando… deixa eu parar de tcr que já tá dando fresta preciso esticar a lagarta… valeu… o bagulho ta doido….. Obs: desculpe os erros de digitação, to tremendo…. mas to vivendo….valeu…

Deixe um comentário