APROVEITE A PÁSCOA SEM CULPA |

APROVEITE A PÁSCOA SEM CULPA

21 março, 2008 por Nutricionista

A páscoa chegou e com ela vem aquela desculpa para atacar os ovos de chocolate de todos os tipos e tamanhos, afinal…Não tem problema, é páscoa!!!
Mas e a dieta? Será que não tem problema passar alguns dias se lambuzando de chocolate só para não fazer desfeita ao coelhinho da páscoa?
Claro que não precisamos nos torturar e fugir dessa delícia, porque além de nos deixar mais felizes devido às suas substâncias que estimulam a produção de serotonina (neurotransmissor que ajuda a combater a depressão e ansiedade e estimulam os centros de prazer e bem estar), o ovo de chocolate também é tradição e é quase impossível resistir a essa tentação. Mas cuidado! Nada disso pode ser usado como desculpa para detonar a dieta.
O chocolate é um alimento altamente calórico e possui grandes quantidades de gordura saturada, principalmente no chocolate ao leite e branco, por isso devem ser consumidos com moderação.
Já o chocolate amargo oferece benefícios à saúde, pois é rico em flavonóides e ácido gálico, que são potentes antioxidantes, que ajudam a proteger os vasos sanguíneos, previnem o câncer e promovem a saúde do coração. Também possui vitaminas A, B, C, D e E e sais minerais como o ferro e o fósforo.
Por isso na hora de dar aquela escapadinha e se render ao sabor delicioso do chocolate, é também a hora de usar o bom senso e fazer escolhas mais adequadas, como a do chocolate amargo, ou maneirar na quantidade, limitando-se a 25-50g por dia – até acabar o ovo de páscoa! E não deixe de lado as atividades físicas, assim você estará aproveitando bem seu feriado de páscoa e em paz com sua saúde!

Boa páscoa a todos!

pascoa.jpg

OS MAIS CALÓRICOS
(calorias/100 gramas)
Chocolate crocante 553
Chocolate branco 550
Chocolate ao leite 540
Chocolate amargo 537
Fonte: RGNutri (consultoria nutricional)

Para mais informações sobre saúde, consulte sempre um profissional da área.


Este post foi criado em: sexta-feira, 21 março, 2008 ás 12:10 am na categoria Nutrição. Você pode seguir qualquer resposta para essa entrada pelo RSS 2.0 feed. Você pode pular para o final e deixar uma resposta. Ping no momento, não está permitido.

Deixe um comentário